Setores de Bebidas e Petróleo puxam crescimento da produção industrial na Bahia

Autor: N1

Publicada em


Setores de Bebidas e Petróleo puxam crescimento da produção industrial na Bahia
Setores de Bebidas e Petróleo puxam crescimento da produção industrial na Bahia – Manu Dias / GOVBA

 

Setores de Bebidas e Petróleo puxam crescimento da produção industrial na Bahia.

Os setores de bebidas, com 25,3%, e derivados de petróleo (9,7%), foram os responsáveis pelo desempenho positivo da produção industrial baiana, em setembro, com crescimento acima da média nacional.

Enquanto a produtividade no país ficou em 0,3%, a Bahia aumentou 4,3% frente ao mês anterior. Os números divulgados pelo IBGE, nesta sexta-feira (08/11), confirmam dados do Panorama de Desenvolvimento Econômico, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), que revelam tendência de elevação de investimentos no mês de outubro.

Investimentos

De acordo com a SDE, houve um crescimento de 22,6% no volume de investimentos previstos para o estado; com os protocolos de intenções assinados em outubro de 2019, em relação ao mesmo período do ano passado. São previstos R$ 985,1 milhões de aporte financeiro, em 10 protocolos, contra R$ 222,8 milhões investidos e oito protocolos assinados, em 2018.

“Os números são animadores e servem como motriz para o Governo do Estado, por meio da SDE; que tem se esforçado para atrair novos empreendimentos e consolidar os já existentes. No acumulado deste ano, temos 98 protocolos de intenções assinados; com previsão total de investimentos de R$ 7,8 bilhões e estimativa de geração de 6,1 mil empregos diretos”, afirma o vice-governador João Leão, secretário da pasta.

Como conseguir vaga de emprego temporária neste fim de ano – 8 passos simples

O Estado tem 357 empreendimentos incentivados em fase de implantação, totalizando mais de R$ 36 bilhões em investimentos e oferta potencial de 46,5 mil empregos. São 276 empreendimentos com previsão de implantação até 2021; com aporte financeiro estimado em R$ 19,7 milhões, com a geração de 30 mil postos de trabalho. Destaque, o setor de Eletricidade e Gás deverá investir, sozinho, R$ 13,7 bilhões e gerar 4,3 mil empregos diretos e indiretos.

Em 2019, foram implantados 55 empreendimentos incentivados, que investiram R$ 3 bilhões e geraram mais de 3,5 mil novos empregos. Os destaques ficam por conta das implantações da J. Macêdo, em Simões Filho, com investimentos de R$ 148 milhões; e da Be Life Indústria, Comércio e Exportação, em Lauro de Freitas, com geração de 100 novos postos de trabalho e investimento de R$ 7 milhões.