Técnicos do Programa Criança Feliz orientam beneficiários do Bolsa Família e BPC

Autor: N1 BAHIA

Publicada em


Técnicos do Programa Criança Feliz orientam beneficiários do Bolsa Família e BPC
Técnicos do Programa Criança Feliz orientam beneficiários do Bolsa Família e BPC – Foto: Reprodução / Montagem: N1 BAHIA

Técnicos do Programa Criança Feliz orientam beneficiários

do Bolsa Família e BPC

O programa Criança Feliz foi apresentado pelo ministro da Cidadania, Osmar Terra, durante o Fórum Nacional da Primeira Infância, que está sendo realizado nesta quarta (12/06) e quinta-feira (13/06), em Boa Vista (RR). O evento destaca o poder transformador do cuidado nos primeiros anos de vida. Autoridades e especialistas em desenvolvimento infantil estão trocando experiências e conhecimentos nas áreas social e de saúde, educação, urbanismo, tecnologia e comunicação.

Programa Criança Feliz

O Criança Feliz é considerado o maior programa de atendimento domiciliar semanal a gestantes e crianças do mundo. Em visitas semanais, técnicos capacitados orientam sobre o desenvolvimento das crianças de até três anos que recebem o Bolsa Família e de até seis anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

A iniciativa do Ministério da Cidadania já atendeu mais de 662 mil pessoas; sendo 556 mil crianças e 105 mil gestantes; totalizando mais de 16 milhões de visitas em 2.623 municípios que estão com adesão ativa.

Programa Bolsa Família

É um programa de transferência direta de renda, direcionado às famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza; de modo que consigam superar a situação de vulnerabilidade e pobreza.

O programa busca garantir a essas famílias o direito à alimentação e o acesso à educação e à saúde. Em todo o Brasil, mais de 13,9 milhões de famílias são atendidas pelo Bolsa Família.

Programa BPC

O Benefício de Prestação Continuada (BPC) da Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS) é a garantia de um salário mínimo mensal à pessoa com deficiência e ao idoso com 65 anos ou mais que comprovem não possuir meios de prover a própria manutenção, nem de tê-la provida por sua família.

Para ter direito, é necessário que a renda por pessoa do grupo familiar seja menor que 1/4 do salário-mínimo vigente.

Sobre o evento

No primeiro dia do evento, realizado no Teatro Municipal, Terra frisou a necessidade de investir na primeira infância para o futuro das próximas gerações.

“A ciência mostra que quanto mais cedo a gente apoia e investe em programas de apoio às famílias, maior é o desenvolvimento de crianças e a sua chance de aprender na escola”, pontuou.

De forma que o aprendizado infantil começa antes de a criança alcançar a idade escolar. “A gente aprende a aprender muito antes da escola.”

O Fórum Nacional da Primeira Infância é organizado pela prefeitura da capital. À frente da gestão do município, Teresa Surita também ressaltou que as ações promovidas em prol da primeira infância estão atreladas a estudos científicos.

“É na primeira infância que você tem as ligações cerebrais, forma o seu equilíbrio emocional e torna-se uma pessoa estável; mais segura; com menos ansiedade. São vários os benefícios já comprovados”, declarou.

A prefeita ainda falou sobre a importância de fortalecer o trabalho de profissionais que atuam em iniciativas de promoção ao desenvolvimento infantil’ – uma vez que são eles os responsáveis por orientar as famílias sobre as maneiras mais adequadas de estimular as crianças.

“É um trabalho permanente, para que a família tenha consciência da importância da primeira infância e possa cuidar dessa criança com a atenção dos conhecimentos científicos que nós temos hoje”, afirmou a prefeita.

Para a assessora do China Development Researcher Foundation e assessora sênior em Desenvolvimento Infantil do Center on the Developing Child da Universidade de Harvard, Mary Young, presente no evento, a experiência brasileira é a única do mundo que conseguiu um alcance tão grande em tão pouco tempo.

“É uma experiência muito especial. Temos a ciência, mas o desafio é como traduzir essa ciência; a importância da primeira infância para a prática dos programas. E aqui no Brasil, principalmente em Boa Vista, você vê a vontade política com a liderança da prefeita.”