Dieta e Bem EstarNotícias
Tendência

Limão emagrece, seca barriga e desincha – mas é preciso saber a dose certa

O uso da fruta para emagrecer voltou à moda e até virou livro nos Estados Unidos

Limão emagrece, seca barriga e desincha – mas é preciso saber a dose certa
Limão emagrece, seca barriga e desincha – mas é preciso saber a dose certa

Limão emagrece, seca barriga e desincha – mas é preciso saber a dose certa.

O limão é uma fruta famosa por queimar os excessos de gordura na cintura e desintoxicar o organismo. A quantidade ideal, no entanto, ainda gera algumas dúvidas. É só não exagerar na dose: consumir de duas a três unidades por dia – aliadas a uma dieta equilibrada – é suficiente para você perceber uma boa diferença na balança.

O uso da fruta para emagrecer voltou à moda e até virou livro nos Estados Unidos, escrito pelo terapeuta holístico Tom Woloshyn. A versão em português, intitulada “A dieta Master Cleanse” (editora BestSeller, 272 páginas), propõe passar dez dias à base de limão diluído em água com glicose e pimenta, sem nenhum alimento sólido. Mas não se empolgue: o método pode prejudicar gravemente a saúde.

A estratégia de beber o suco puro de vários limões, ainda em jejum, também é considerada pouco segura pela maioria dos nutricionistas. “Dependendo do organismo, a ingestão exagerada de limão pode agredir o estômago“, alerta a nutricionista Daniela Jobst, da Clínica Jobst, em São Paulo.

Fácil e barato: como emagrecer fazendo a dieta da água com limão

Segredos da fruta

Pode-se dizer que é o ácido cítrico que dá ao limão os principais poderes emagrecedores. As frutas da mesma família, como a laranja e a mexerica, também carregam esse ácido, mas o limão é campeão. E essa substância não é fraca: “O ácido cítrico tem ação adstringente, agindo como se fosse um detergente dissolvendo toxinas e gorduras”, afirma Daniela Jobst.

O sabor azedo dá a ideia dessa fruta aumentar a acidez no organismo. Mas não é o que acontece: o limão tem ação alcalinizante (outro mérito do ácido cítrico) e, por isso, deixa o pH do sangue e de outros líquidos corporais menos ácidos. Isso favorece o funcionamento do metabolismo e do organismo como um todo, facilitando a perda e a manutenção do peso. Por ter ação antisséptica, ele ainda combate os microrganismos inimigos que provocam fermentação no estômago e no intestino. Ou seja, é um alimento que pode evitar o acúmulo de gases.

Seu intestino anda preguiçoso? Mais um motivo para você aderir à fruta, que, segundo a química Conceição Trucom, autora do livro O Poder de Cura do Limão (editora Alaúde, 200 páginas), tem um leve efeito laxativo. Mais efeitos notáveis: o suco de limão tem 40 miligramas de vitamina C em 100 mililitros. Não é muito em comparação à acerola e ao kiwi. Mesmo assim, é uma fruta com ótima ação antioxidante. Significa que é capaz de tirar de cena os radicais livres, aquelas moléculas que provocam o envelhecimento precoce.

Caso esteja pensando em engolir um suplemento no lugar do limão para manter a pele jovem, saiba que a troca nem sempre vale a pena. “O consumo de duas unidades diárias supera o poder de um comprimido efervescente de 500 miligramas de vitamina C. Isso acontece porque, na fruta, a vitamina está ativa e conta com o auxílio de cálcio, potássio e outros componentes que aumentam seu aproveitamento pelo organismo”, afirma Conceição Trucom.

O mais surpreendente: o limão pode prevenir câncer, especialmente o de mama, segundo estudos do Departamento de Oncologia da Universidade de Wisconsin-Madison, nos Estados Unidos, realizados em cobaias. Mas, nesse caso, é imprescindível que você consuma a fruta inteira com a casca – parte do limão que concentra os óleos essenciais cítricos, como o d-limoneno. “Essa substância se mostrou capaz de inibir a proliferação das células alteradas”, comenta Daniela Jobst. A dosagem preventiva de d-limoneno, segundo Conceição, é o consumo mínimo diário de três limões com polpa e casca.

Taiti, galego ou cravo?

O limão-taiti é o mais fácil de ser encontrado de norte a sul do Brasil. Mas pode ser galego, cravo, siciliano… Esses e todos os outros tipos (são mais de 70) têm as mesmas propriedades nutricionais e terapêuticas. Portanto, prefira aquele que estiver em maior abundância, mais bonito e barato no momento. E, claro, consuma-o ainda fresco, muito bem lavado e todos os dias!

Modo certo de usar – Limão emagrece

O suco deve ser feito com o limão fresco, se possível orgânico, e consumido imediatamente após o preparo. São cuidados que preservam as substâncias terapêuticas da fruta. Veja a maneira adequada de consumir para…

…Limão emagrece, seca barriga e desincha – mas é preciso saber a dose certa

Esprema um limão fresco num copo d’água, como se fosse uma limonada sem açúcar. Beba em jejum, 30 minutos (no máximo 15) antes do café da manhã, para que a “faxina” não seja prejudicada por qualquer alimento sólido. Repita a receita de 10 a 15 minutos antes do almoço e do jantar. Por que sem açúcar? Esse é um ingrediente com ação contrária a do limão: intoxica o organismo, além de ser calórico.

Se você já tentou e seu paladar não aceita nada muito azedo, acrescente de 10 a 15 gotas de lima-da-pérsia à limonada – é um pouco mais doce e também tem ação desintoxicante. De qualquer maneira, para perceber a diferença na cintura, você deve se comprometer em consumir o limão diluído diariamente até atingir o objetivo na balança. Além disso, crie o hábito de usá-lo para temperar salada, peixe, carne assada (tipo quibe) e lentilha cozida.

Melhores dietas para emagrecer rápido e de forma saudável

…ativar o sistema imunológico

Bata no liquidificador (ou passe na centrífuga) um limão fresco com casca (retire apenas o miolinho branco e as sementes) com um copo de água de coco (ou mineral), uma maçã e um punhado de broto de alfafa (ou salsinha). Beba no meio da manhã e no meio da tarde. A fruta e os vegetais agem em sinergia com o limão, aumentando o poder protetor e revitalizante do suco.

…diminuir os gases e estimular o intestino

Dilua o suco fresco de um limão em um copo de água morna e beba ainda em jejum por uma semana. Quanto mais próximo o alimento estiver da temperatura do corpo, menos trabalho o organismo tem de digeri-lo. E, nesse caso, o ideal é que todas as substâncias presentes na fruta sejam absorvidas. Se você usar o limão com a parte branca, aquela que fica na entrecasca, o suco também vai ter pectina, fibra que serve de alimento para as bactérias boas – fundamentais para manter o intestino saudável e pronto para assimilar melhor os nutrientes dos alimentos.

Fonte: Boa Forma

TAGS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar