Feira de Aprendizagem Profissional incentiva contratação do Jovem Aprendiz no atual mercado

Autor: N1

Publicada em


Feira de Aprendizagem Profissional incentiva contratação do Jovem Aprendiz no atual mercado
Feira de Aprendizagem Profissional incentiva contratação do Jovem Aprendiz no atual mercado – Reprodução

 

Feira de Aprendizagem Profissional incentiva contratação do Jovem Aprendiz no atual mercado.

A inclusão dos jovens no mundo do trabalho, com a garantia de direitos trabalhistas, frequência escolar e qualificação profissional, é debatida na III Feira de Aprendizagem Profissional da Bahia nesta terça-feira (5/11), em Salvador. O evento é uma iniciativa do Fórum Baiano de Aprendizagem Profissional (Fobap); da Superintendência Regional do Trabalho na Bahia (SRT) e da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre).

Na abertura da feira, realizada no Wish Hotel da Bahia, o talk show ‘Aprendizagem profissional – Um caminho construído por todos’ abordou a importância da articulação entre empresas, poder público, entidades formadoras e sociedade civil para fomentar a contratação de jovens e adolescentes na condição de aprendizes.

“A Lei da Aprendizagem tem desdobramentos fundamentais do ponto de vista social e econômico. Na medida em que as empresas geram oportunidades para os jovens, elas estimulam também um mercado consumidor para os seus produtos. É um processo de retroalimentação fundamental, que tem sido estimulado na Bahia através de uma articulação interinstitucional voltada para a valorização do trabalho como instrumento de desenvolvimento”, destacou o secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Davidson Magalhães, que participou do bate-papo ao lado da superintendente regional do Trabalho na Bahia, Gerta Schultz, e da presidenta da Fobap, Taís Arruti.

Na ocasião, Brenda Neves, 19 anos, relatou a experiência profissional em uma corretora de seguros e afirmou que “a oportunidade oferecida pelo Programa de Aprendizagem faz com que os jovens tenham uma base pessoal e profissional mais sólida para o futuro”.

Cota de Aprendizagem 

Empresas da capital baiana que não estão cumprindo a cota de contratação de aprendizes estão participando do evento; além de outras convidadas a conhecerem a legislação e o funcionamento da aprendizagem profissional.

A feira ainda tem a participação de representantes do Ministério Público do Trabalho (MPT); Ministério Público do Estado da Bahia (MPBA); Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT 5); Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 5ª Região (AMATRA 5); Serviços Nacionais de Aprendizagem; órgãos estaduais e municipais; conselheiros tutelares; sindicatos e aprendizes.

A expectativa é fomentar a inclusão de 2,5 mil aprendizes no período de um ano após a realização do evento. Nas duas edições anteriores, 3.468 aprendizes foram inseridos em Salvador e Lauro de Freitas após a feira.

O turno vespertino será marcado por diversas apresentações artísticas e culturais, com participações da Orquestra Neojiba, do grupo teatral Aprendizes em Cena e da cantora Margareth Menezes, além da entrega do Selo de Boas Práticas da Aprendizagem Profissional.