INSSNotícias

Em qual parcela do décimo terceiro (13º) do INSS é descontado o Imposto de Renda?

Em qual parcela do décimo terceiro (13º) do INSS é descontado o Imposto de Renda?
Em qual parcela do décimo terceiro (13º) do INSS é descontado o Imposto de Renda? – Reprodução

 

Em qual parcela do décimo terceiro (13º) do INSS é descontado o Imposto de Renda?

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) prepara o pagamento da segunda parcela do Décimo Terceiro (13º). O pagamento da primeira parcela do décimo terceiro (13º) salário, correspondente à metade do valor total do benefício, já foi antecipada em agosto deste ano.

Muitos beneficiários ainda têm dúvidas se o desconto do Imposto de Renda (IR) é realizado na primeira ou segunda parcela.

Mas afinal, o IR é descontado em qual parcela?

A resposta é: na segunda parcela do décimo terceiro (13º) do INSS. Porém, vale lembrar que

Pagamento do 2ª parcela começa esse mês

Mais de 30 milhões de pessoas devem receber a segunda parcela do décimo terceiro (13º), totalizando 21,4 bilhões de reais. Esta começará a ser liberada a partir de novembro deste ano.

Assim como a primeira parcela, a segunda também será depositada junto com a folha mensal de pagamentos do INSS. Porém, nesse caso, acontecerá entre novembro e dezembro. Consulte a Tabela de Pagamentos de Benefícios disponibilizada logo abaixo.

Quem tem direito a receber o décimo do INSS?

Por lei, tem direito à gratificação quem recebeu durante o ano qualquer um dos itens abaixo:

  • aposentadoria
  • pensão por morte
  • auxílio-doença
  • auxílio-acidente
  • auxílio-reclusão
  • salário-maternidade

Quem recebe benefícios assistenciais (Loas) como o BPC, por exemplo, não tem direito ao benefício.

Segunda parcela do Décimo Terceiro (13º) do INSS pagará até R$ 2.587,10 – veja tabela

Pagamento proporcional

A maioria dos aposentados e pensionista receberão o restante do valor. A exceção é para quem passou a receber o benefício depois de janeiro de 2018. Para esses beneficiários, o valor será calculado proporcionalmente.

Nos casos de quem recebe auxílio-doença e salário-maternidade, o valor do décimo (13º) será proporcional ao período recebido. Como esse benefício é temporário, o INSS calcula a antecipação proporcional ao período. Por exemplo, um benefício iniciado em janeiro e ainda em vigor em agosto terá o 13º terceiro salário calculado sobre oito meses. O segurado receberá, portanto, metade desse valor.

Em dezembro, caso ainda esteja afastado, o segurado irá receber o restante. Se tiver alta antes, o valor será calculado até o mês em que o benefício vigorar e acrescido ao último pagamento do benefício, segundo o Ministério da Fazenda.

Aqueles que recebem benefícios assistenciais (Benefício de Prestação Continuada da Lei Orgânica da Assistência Social – BPC/LOAS e Renda Mensal Vitalícia – RMV) não têm direito ao abono anual.

Valores das parcelas do décimo terceiro (13º) do INSS

A segunda parcela do décimo terceiro (13º) salário dos aposentados, pensionistas e beneficiários do INSS, que será paga na folha de novembro, é diferente da primeira parcela, para alguns segurados, pois é quando são feitos os descontos, como do Imposto de Renda. Aposentados e pensionistas pagam menos IR a partir dos 65 anos.

Existe uma parcela extra de isenção, de modo que somente a renda acima de R$ 3.807,96 entram na tributação. Essa vantagem só vale para o dinheiro pago pelo INSS. Quem tem outras rendas pode ter imposto a recolher.

Confira a tabela (valores em R$):

Em qual parcela do décimo terceiro (13º) do INSS é descontado o Imposto de Renda?


Calendário de pagamento do décimo terceiro (13º) do INSS 2019

O dinheiro do abano anual começará a ser depositado seguindo a tabela de pagamentos do mês de novembro, para os segurados que recebem até um salário mínimo e possuem cartão com final 1, desconsiderando-se o dígito. Quem ganha acima do mínimo começa a receber a partir de dezembro.

O depósito será feito entre os dias 25 de novembro e 6 de dezembro, conforme a Tabela de Benefícios 2019. Veja abaixo:

Quem recebe até um salário mínimo (atualmente R$ 998)

1. Benefício com Final  1: crédito em 25/11
2. Benefício com Final 2: crédito em 26/11
3. Benefício com Final 3: crédito em 27/11
4. Benefício Final 4: crédito em 28/11
5. Benefício Final 5: crédito em 29/11
6. Benefício Final 6: crédito em 2/12
7. Benefício Final 7: crédito em 3/12
8. Benefício Final 8: crédito em 4/12
9. Benefício Final 9: crédito em 5/12
10. Benefício Final 0: crédito em 6/12

Quem recebe acima de um salário mínimo (mais de R$ 998)

1. Benefícios com finais 1 e 6: recebem em 2/12
2. Benefícios com finais 2 e 7: recebem em 3/12
3. Benefícios com finais 3 e 8: recebem em 4/12
4. Benefícios com finais 4 e 9: recebem em 5/12
5. Benefícios com finais 5 e 0: recebem em 6/12

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar