“Defender impeachment é agir como golpista”, diz Lula

Para o petista, Dilma não cometeu nenhum crime de responsabilidade e, por isso, não pode ser afastada do cargo

Autor: Notícia ao minuto

Publicada em


Em ato contra o impeachment ocorrido neste sábado (2), em Fortaleza (CE), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que o Brasil vive um “clima de ódio” nunca visto antes e afirmou que “defender o impeachment” da presidente Dilma Rousseff é agir “como golpista”.

 “Eu estou estranhando um pouco o que está acontecendo no nosso país. Eu completei 70 anos de idade. Vivo nesse país fazendo política e nunca vi um clima de ódio estabelecido no país como está estabelecido agora. Aqueles que amam a democracia aqueles que gostam de fazer política, (…) querem que se respeite a coisa mais elementar, que é o respeito ao voto popular que elegeu a Dilma”, discursou Lula.

Para o petista, Dilma não cometeu nenhum crime de responsabilidade e, por isso, não pode ser afastada do cargo. “Foi só a Dilma começar a andar de bicicleta que eles inventaram as pedaladas. Ninguém aqui é contra o impeachment que está na Constituição, mas tem que ter base legal, crime de responsabilidade. E a companheira Dilma não cometeu crime de responsabilidade. Por isso, defender impeachment é ser golpista”, declarou.

No início do evento, a organização afirmou que 2 mil pessoas participavam do ato. A Secretaria da Segurança deve informar o público total ao final do evento.