Criança Feliz atende famílias do Bolsa Família, BPC e Cadastro Único

Autor: N1 BAHIA

Publicada em


Beneficiários do Cadastro Único, Bolsa família e BPC podem participar do Criança Feliz
Criança Feliz atende famílias do Bolsa Família, BPC e Cadastro Único – Foto: Reprodução / Arte: N1 BAHIA

 

Criança Feliz agora atende famílias do Bolsa Família; BPC; e Cadastro Único.

A partir de agora, o programa Criança Feliz poderá ampliar seu atendimento prioritário para mais de 420 mil crianças em todo Brasil. A decisão foi estabelecida a partir da portaria  que foi assinada pelo Ministério da Cidadania. Esta permite aos municípios incluírem crianças de famílias que estão inscritas no Cadastro Único, como prioridade no atendimento.

Até então, só poderiam participar aquelas que faziam parte do Bolsa Família e do Benefício de Prestação Continuada.

O programa completou mil dias em 2 de julho com adesão de 2.623 municípios. A realização de mais de 16,8 milhões de visitas domiciliares e mais de 678 mil crianças e gestantes atendidas. Os mais de 18 mil visitadores domiciliares que fazem parte do Criança Feliz orientam as famílias como estimular o desenvolvimento infantil até os três anos de idade. As mães são capacitadas a cuidar, brincar e educar os pequenos. Crianças com algum tipo de deficiência são assistidas até os seis anos de idade.

De acordo com o secretário especial de Desenvolvimento Social do ministério da Cidadania, Lelo Coimbra,  o Criança Feliz se tornou uma referência em cuidados na primeira infância no mundo.

“Os estímulos que você dá nos primeiros mil dias de vida de uma criança são fundamentais para o que esta criança será na vida adulta. O programa Criança Feliz conseguiu isso. Em três anos de vida, o programa é premiado no mundo. É o maior programa deste porte no mundo todo”, defende o secretário.

O Criança Feliz tem a meta de atender 1 milhão de crianças em vulnerabilidade social até o fim deste ano; e chegar a 3,6 milhões até 2022, que é o público potencial do programa.

Como posso me inscrever no Criança Feliz?

Para participar do Criança Feliz, você deve verificar se seu município realizou a adesão ao Programa e se sua família se encaixa no público prioritário.

Procure o Centro de Referência de Assistência Social – CRAS do seu município para maiores informações.

Fique sabendo!

A família não perde o benefício do Bolsa Família se não quiser participar do Programa Criança Feliz. Não há concessão de benefícios financeiros de qualquer espécie às famílias. O objetivo do programa é realizar o acompanhamento domiciliar para promover o desenvolvimento integral na primeira infância.


BOLSA FAMÍLIA

O Bolsa Família é um programa de transferência direta de renda, direcionado às famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza; de modo que consigam superar a situação de vulnerabilidade e pobreza.

O programa busca garantir a essas famílias o direito à alimentação e o acesso à educação e à saúde. Em todo o Brasil, mais de 13,9 milhões de famílias são atendidas pelo Bolsa Família.

Benefício de Prestação Continuada – BPC

O Benefício de Prestação Continuada (BPC) da Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS) garante um salário mínimo mensal à pessoa com deficiência e ao idoso com 65 anos ou mais que comprovem não possuir meios de prover a própria manutenção, nem de tê-la provida por sua família.

Para ter direito, é necessário que a renda por pessoa do grupo familiar seja menor que 1/4 do salário-mínimo vigente.