INSSNotícias

Confira o calendário de pagamento da segunda parcela do décimo terceiro (13º)

Confira o calendário de pagamento da segunda parcela do décimo terceiro (13º) do INSS
Confira o calendário de pagamento da segunda parcela do décimo terceiro (13º) do INSS – Reprodução

Confira o calendário de pagamento da segunda parcela do décimo terceiro (13º) do INSS

O dinheiro da segunda parcela do décimo terceiro (13º) do INSS começará a ser depositado seguindo a tabela de pagamentos do mês de novembro, para os segurados que recebem até um salário mínimo e possuem cartão com final 1, desconsiderando-se o dígito. Quem ganha acima do mínimo começa a receber a partir de dezembro.

O depósito será feito entre os dias 25 de novembro e 6 de dezembro, conforme a Tabela de Benefícios 2019. Veja abaixo:

Quem recebe até um salário mínimo (atualmente R$ 998)

1. Benefício com Final  1: crédito em 25/11
2. Benefício com Final 2: crédito em 26/11
3. Benefício com Final 3: crédito em 27/11
4. Benefício Final 4: crédito em 28/11
5. Benefício Final 5: crédito em 29/11
6. Benefício Final 6: crédito em 2/12
7. Benefício Final 7: crédito em 3/12
8. Benefício Final 8: crédito em 4/12
9. Benefício Final 9: crédito em 5/12
10. Benefício Final 0: crédito em 6/12

Veja também: Em qual parcela do décimo terceiro (13º) do INSS é descontado o Imposto de Renda?

Quem recebe acima de um salário mínimo (mais de R$ 998)

1. Benefícios com finais 1 e 6: recebem em 2/12
2. Benefícios com finais 2 e 7: recebem em 3/12
3. Benefícios com finais 3 e 8: recebem em 4/12
4. Benefícios com finais 4 e 9: recebem em 5/12
5. Benefícios com finais 5 e 0: recebem em 6/12

Valores das parcelas do décimo terceiro (13º) do INSS

A segunda parcela do décimo terceiro (13º) salário dos aposentados, pensionistas e beneficiários do INSS, que será paga na folha de novembro, é diferente da primeira parcela, para alguns segurados, pois é quando são feitos os descontos, como do Imposto de Renda. Aposentados e pensionistas pagam menos IR a partir dos 65 anos.

Existe uma parcela extra de isenção, de modo que somente a renda acima de R$ 3.807,96 entram na tributação. Essa vantagem só vale para o dinheiro pago pelo INSS. Quem tem outras rendas pode ter imposto a recolher.

Confira a tabela (valores em R$):

Confira o calendário de pagamento da segunda parcela do décimo terceiro (13º) do INSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar