Catu e Porto Seguro estão entre as dez mais violentas do país

Autor: N1 BAHIA

Publicada em


De acordo com os dados do Atlas da Violência 2016, publicado na terça-feira (22), Catu e Porto Seguro foram as duas microrregiões mais violentas da Bahia em 2014 e estão entre as dez mais violentas do país, junto com lugares como Fortaleza (CE), Maceió (AL), Altamira (PA) e Mossoró (RN). O levantamento foi feito pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), em conjunto com o Fórum Nacional de Segurança Pública, .

Microrregiões são conjuntos de municípios, agrupados por similaridades econômicas e proximidade geográfica – na Bahia, há 32 delas. Para comparar as localidades, o Ipea foi além da taxa de homicídios, que, segundo o instituto, pode causar distorções em municípios pequenos.

Os pesquisadores aplicam uma correção probabilística que leva em conta municípios vizinhos, criando as taxas bayesianas por 100 mil habitantes. Nesse cálculo, Catu ficou com uma taxa de 71,8. Porto Seguro, com 70,6.

A Bahia registrou, em 2014, 5.733 homicídios, atrás apenas de São Paulo, com 6.131. Já a taxa por 100 mil habitantes ficou em 37,3, o que coloca o estado em décimo lugar (a taxa do país é de 29,1). O pior índice é em Alagoas, com 63 homicídios a cada 100 mil habitantes.

O Estado lidera o número de homicídios na faixa de 15 a 29 anos: foram 3.274. Em todo o país, foram 59.627 homicídios em 2014, o que, segundo o Ipea, coloca o país em primeiro lugar no mundo, representando mais de 10% dos homicídios. Procurada, a Secretaria da Segurança Pública do estado informou que só poderá se posicionar quando concluir a análise do estudo.

simohfcd

Na Bahia, o município de Cotegipe é o mais pacífico, com 1,8 morte por 100 mil habitantes. Apesar de o Nordeste possuir 14 microrregiões na lista das 20 mais violentas do país, esta região contribui com 7 microrregiões entre as mais pacíficas.