Intensa troca de tiros deixa um morto e causa pânico na região metropolitana – Veja vídeo

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


Foto: Arte Simões Filho Online

Uma intensa troca de tiros deixou um morto e causou pânico na Praça Noêmia Meirelles mais conhecida como Praça da bandeira em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). A correria se deu por conta das operações Ibirapitanga e Capim Grosso, que ocorreram simultaneamente deflagrada na noite desta quarta-feira (21/2).

A operação, denominada de “Rodotec” contou com o apoio da Polícia Federal,  22ª CIPM/Simões Filho, Peto, Cipe Cacaueira, Caatinga, Cipe Litoral Norte, 61ª CIPM/Ubaitaba, 91ª (CIPM/Capim Grosso, 7ª Coorpim da Polícia Civil.

A  Operação Rodotec teve como objetivo prender uma forte quadrilha, comandada pelo indivíduo de vulgo ”Bruno de Igrapiuna”. Segundo a polícia, uma onda de extorsões, assaltos a banco e roubode veículos eram praticadas nos municípios de Camamu, Igrapiuna, Ibirapitanga e Itamarati e o próximo alvo da quadrilha seria agências bancárias de Simões Filho. “Eles agiam com violência, praticando diversos ataques a comerciantes, ao passo que praticava extorsão, exigindo vultuosas quantias e bens alheios, sob ameaça de morte aos que se recusassem às exigências”, informou a PM por meio de nota. Essa quadrilha vinha sendo monitorada pela polícia.

OPERAÇÃO EM SIMÕES FILHO

De acordo com informações da Policia Militar, por volta de 10h as guarnições da 22ª CIPM receberam informações a cerca de uma quadrilha liderada por “Bruno de Igrapiuna” estavam organizando um assalto às instituições financeiras de Simões Filho e que estariam pretendendo se reunir às 19h no bairro Ponto Parada.

Com posse dessas informações, a PM montou um cerco e ao chegar próximo ao local foi visualizada por Bruno, juntamente com  três indivíduos.

Ainda conforme a PM, os suspeitos efetuaram vários disparos contras os policiais, sendo iniciada uma perseguição, além de uma intensa troca de tiros na Rua da Aroeira.

Ao chegar na Praça da Bandeira, no centro de Simões Filho, Bruno colidiu seu veículo e juntamente com seus comparsas evadiu mais uma vez, iniciando um confronto no local, que estava com grande movimentação de pessoas, o que causou pânico e correria. Muitas pessoas saíram correndo a procura de um abrigo,outras deitaram no chão para escapar de balas perdidas.

Durante o confronto, Bruno foi atingido enquanto tentava fugir pelas proximidades do Estádio Municipal Edgard Santos. Ele chegou a ser levado ao Hospital Municipal de Simões Filho, mas não resistiu e morreu. Com ele foi encontrado uma pistola 938, com numeração raspada.

A PM também informou que um policial foi baleado sendo também socorrido a unidade de saúde, mas passa bem.

A Polícia Militar disse que Bruno possui mandado de prisão em aberto pelo crime de homicídio e que a quadrilha teria atuado na cidade de Itamaraty com o roubo do malote da rede de Posto Tenente.

Segundo a PM, Bruno é filho da ex vereadora do município de Igrapiuna, Geane, e era responsável por diversos ataques à Instituições financeiras da região, bem como liderava uma facção que atuava no tráfico de entorpecentes e roubos de cargas e veículos.

Ainda durante a operação em Simões Filho, Atanael Nascimento, teria fugido para  sua residência no bairro do Campo do Vasco, tendo as guarnições deslocado para o local e encontrando o suspeito em posse de um tablete e meio quilo de maconha, pedras grandes de crack, sete porções de maconha e uma balança de precisão.

Seguimento da operação “Operação Rodotec”

OPERAÇÃO EM IBIRAPITANGA

Ainda na noite desta quarta-feira (21/2), na cidade Ibirapitanga, no Distrito de Itamaraty, distante 333 km de Simões Filho, um suspeito identificado como “Junior Pedreiro” membro da quadrilha de Bruno resistiu à abordagem policial e acabou morrendo durante confronto com policiais militares. Na mesma ação, Davidson Santana, vulgo “Dedê”, também membro da quadrilha, foi alvejado e socorrido ao Hospital de Ibirapitanga, mas não resistiu aos ferimentos, vindo à óbito no local.

OPERAÇÃO EM CAPIM GROSSO

Já na cidade de Capim Grosso, dando seguimento a operação “Operação Rodotec”, policiais trocaram tiros com integrantes da quadrilha de Bruno, morto no confronto em Simões Filho. No confronto, Del de Igrapiuna foi atingido e veio a óbito.

A PM informou que Del havia sido preso no dia 07 de março de 2017, por ter assaltado o banco de Igrapiuna. E que no dia 19 de fevereiro de 2018, teria liderado a referida quadrilha atuando na cidade de Itamaraty durante o roubo do malote da rede de Postos Tenente.

VEJA O VÍDEO: