Tradição e fé: Todos os caminhos levam a Lavagem de Itapuã

Autor: iG

Publicada em


Hoje, quinta-feira, dia 16, todos os caminhos levam baianos e turistas a tradicional festa de Itapuã.  Ela encerra o ciclo de festas religiosas para dar lugar a maior festa popular do mundo, o Carnaval de Salvador. O bairro, propagado internacionalmente na poesia de Vinícius de Morais, homenageia à Nossa Senhora Conceição de Itapuã há 112 anos e, com o apoio da Empresa Salvador Turismo (Saltur), da Polícia Civil e efetivo da Polícia Militar e da Guarda Municipal, que irão garantir a segurança da festa, deverá receber, ao longo da jornada, centenas de baianos e turistas.

A Lavagem de Itapuã começou às 2h ao som dos bandolins e violas do Bando Anunciador, que percorre as principais ruas do bairro. Às 5h haverá a alvorada, famosa queima de fogos na Praça da Igreja Nossa Senhora da Conceição de Itapuã. Em seguida, acontece a pré-lavagem das escadarias e o já tradicional café da manhã servido pelos filhos, sobrinhos e netos de dona Niçu, a idealizadora da festa. A partir das 8h, começa a concentração do cortejo na Avenida Octávio Mangabeira, em frente ao Restaurante Bali Coqueiral de Piatã, em direção à Praça Dorival Caymmi. A saída está prevista para às 10h, com a participação de baianas e de dezenas de entidades, entre afoxés e bandas de sopro e percussão.

“Esta ainda é uma das mais belas manifestações da cultura local. Apesar de estar perdendo público, resiste e atrai muita gente. Precisamos lutar para que esta tradição também não se acabe”, diz a moradora do bairro Vera Santos de Jesus, 46, que acompanha o evento “ desde que era criança”.

O cortejo da Lavagem sai de Piatã em direção a Igreja de Nossa Senhora da Conceição de Itapuã, acontece com a participação de baianas, dos pescadores e fanfarras. As Ganhadeiras de Itapuã, tradicional grupo de mulheres que participa da festa e que hoje, com disco gravado, ganha visibilidade nacional, animam o público com o samba-de-roda. Pais, mães e filhos-de-santo também fazem um ritual chamado de sacudimento, que é uma espécie de banho de folha para abrir os caminhos. Após os ritos religiosos, é hora do lado profano da lavagem, com desfile de blocos que garantem a animação da festa.

Segurança garantida

A Secretaria da Segurança Pública (SSP), através das policiais Civil, Militar e Corpo de Bombeiros Militar, montou um esquema especial para promover paz e tranquilidade aos baianos e turistas que curtirão a festa que antecede o Carnaval 2017. Mais de 700 homens das três forças policiais serão distribuídos no trajeto da festa.

Como bebida alcoólica e banho de mar não combinam e, para garantir que essa mistura perigosa não coloque em risco a vida de banhistas, o Corpo de Bombeiros Militar vai empregar 44 homens do Grupamento Marítimo de Bombeiros Militar, divididos em sete postos espalhados entre as praias Jaguaribe, Piatã, Placafor, Itapuã, localizadas ao longo da Avenida Otávio Mangabeira, curso da lavagem.

O 3º GBM (Iguatemi) coordenará 85 profissionais divididos em grupos de quatro bombeiros que realizarão ações preventivas e de salvamento, com ambulância e um veículo autobomba tanque e salvamento.

A12ª Delegacia Territorial terá sua equipe reforçada e uma Delegacia Especial de Área foi montada nas proximidades da sereia de Itapuã. No total serão 26 homens, entre delegados, escrivães e investigadores. Também haverá equipes de policiais infiltrados do Departamento de Polícia Metropolitana da PC misturadas à multidão, para coibir ações criminosas na festa
Já a PM, que faz o policiamento ostensivo, contará com 606 homens fracionados em patrulhas, trios e unidades motorizadas.

 Trânsito

O tráfego de veículos será proibido, das 7h às 19h, na Avenida Octávio Mangabeira (a partir da Rua Yemanjá); Praça da Sereia; Avenida Dorival Caymmi (entre a Praça da Sereia e a Rua Clementino Heitor de Carvalho) e Rua Aristides Milton (entre a Praça da Sereia e o acesso à Ladeira do Ibiama / Ladeira do Abaeté). Como alternativa, os motoristas que seguirem no sentido Centro, podem passar pelo Viaduto Mário Andreaza, acessando as avenidas Paralela, Orlando Gomes e Octávio Mangabeira.

Já no sentido Itapuã, a opção é seguir pela Avenida Octávio Mangabeira, no retorno em frente à guarita de acesso a um estacionamento, e continuar pela Orlando Gomes, Paralela e Dorival Caymmi, conforme a Superintendência de Trânsito e Transportes do Salvador (Transalvador). O acesso dos moradores às vias interditadas será garantido, mediante comprovação de endereço através de documento do veículo e/ou contas de telefone, água e energia elétrica.

Transporte

Quem participar dos festejos deve contar com esquema especial de transporte, segundo a Secretaria da Mobilidade (Semob). O órgão informa que 100% da frota de dias úteis – cerca de 2.700 ônibus – estará em circulação. Além disso, ônibus extras da frota reguladora serão disponibilizados para facilitar a volta para casa dos usuários.