Tocha Olímpica chega ao município de Lençóis hoje (23); Confira o roteiro

Autor: N1 BAHIA

Publicada em


O município de Lençóis, na Chapada Diamantina, recebe na manhã desta segunda-feira (23) a Tocha Olímpica, que ali pernoita, para continuar o revezamento por Salvador, uma das cidades-celebração, onde chega na terça (24). No final de semana, a chama esteve em Itambé, Floresta Azul, Ibicaraí, Itabuna, Ilhéus, Itacaré, Camamu, Ituberá (sul), Cairu e Valença (baixo sul), que fizeram uma recepção com muita festa.

O município de Ilhéus, que tanto inspirou as histórias e personagens do escritor Jorge Amado, foi a terceira cidade baiana onde a chama olímpica esteve. Chegou às 19h do sábado (21) e ali pernoitou, por ser também uma das cidades-celebração. O comboio, que durante o dia teve a recepção de mais de 15 mil pessoas na cidade vizinha cidade de Itabuna, entrou pela Rua Lindolfo Collor, no bairro do Malhado, ponto inicial do revezamento, e provocou emoção e vibração no público presente.

O primeiro a receber a chama olímpica foi o professor de voleibol Nildo Ribeiro, com mais de 50 anos de dedicação ao esporte, tendo formado vários atletas durante esse período. Já o renomado fotógrafo Evandro Teixeira, com seis olimpíadas no currículo de coberturas, desta vez também foi o alvo dos cliques ao conduzir a chama. “A minha vida foi registrar emoções através da lente, inclusive de atletas. Hoje, foi minha de viver essa emoção”.

A tocha percorreu 5,8 quilômetros, passando por pontos turístico como o Bataclan. Se o revezamento foi iniciado com um incentivador do esporte, o encerramento foi feito pelo multi-campeão de surf, Jojó de Olivença, responsável por acender a pira olímpica. Para ele, “receber o carinho das pessoas de Ilhéus, de Olivença, em uma grandiosa festa foi uma honra. Estou sem palavras. É um privilégio representar a minha cidade, o esporte e carregar esse símbolo. Que essa chama aqueça nossos corações de união, paz e amor”.

Para o vendedor Jackson Barreto, 35 anos, ter a sua rua – a Lindolfo Collor – como local escolhido para ponto inicial do revezamento foi gratificante. “A tocha chegar à nossa cidade e o ponto de partida ser em frente à casa da minha bisavó, para gente, além de uma satisfação, é uma honra. Que a comunidade acolha essa tocha e que seja um ciclo de união e paz para nossa sociedade e nosso País”.

Acompanhando o trajeto da chama desde o início do percurso da Tocha na Bahia, no município de Teixeira de Freitas, no último dia 19, secretário estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte e coordenador do Grupo de Trabalho das Olimpíadas no Estado, Álvaro Gomes, comemora o resultado do evento e afirma que “os municípios se mobilizaram, fazendo uma bonita celebração. Além de todo o simbolismo, passagem da tocha é também um estímulo à prática esportiva, principalmente aos jovens e crianças”.

De acordo com comandante da 68ª Companhia Independente de Polícia Militar, major Câmara, a festa em Ilhéus “ocorreu em clima de tranquilidade e união, como prevê o espírito olímpico. O esquema de segurança funcionou bem. Não houve ocorrência alguma”.

Roteiro da Tocha Olímpica na Bahia

23/05 – Lençóis
24/05 – Salvador
25/05 – Feira de Santana, Riachão do Jacuípe, Capim Grosso, Senhor do Bonfim
26/05 – Jaguarari, Juazeiro, Sobradinho
27/05 – Paulo Afonso