SESI oferece inscrições em cursos gratuitos para Educação de Jovens e Adultos (EJA) – Faça online (EAD)

Autor: N1 BAHIA

Publicada em


SESI prorroga inscrições em cursos gratuitos para Educação de Jovens e Adultos (EJA) - Faça online (EAD)
SESI prorroga inscrições em cursos gratuitos para Educação de Jovens e Adultos (EJA) – Faça online (EAD) – Foto: Divulgação

 

O SESI Bahia prorrogou as inscrições para Educação de Jovens e Adultos (EJA). São vagas gratuitas de Ensino Fundamental 2 (6º ao 9º ano) e Médio (1º ao 3º ano) para quem tem mais de 18 anos e deseja retomar os estudos. O diferencial da EJA oferecida pelo SESI, é a possibilidade de acompanhar aulas a distância e online, usando o computador e o celular.

As inscrições foram abertas em maio; mas ainda restam vagas em 9 polos de EJA na capital e no interior. Em municípios como Barreiras; Itapetinga; Jequié; Vitória da Conquista; Feira de Santana; Eunápolis; Ilhéus e Juazeiro.

Veja também: VAGAS DE EMPREGO DISPONÍVEIS

Como se inscrever?

Para se inscrever, é necessário se dirigir a uma das unidades do SESI da região e levar documento de identidade, foto 3×4 e histórico escolar.

CONHEÇA 6 VANTAGENS DO MÉTODO DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DO SESI

A educação de jovens e adultos no SESI é realizada desde a criação do SESI. Quase 50% dos trabalhadores da indústria não completaram a educação básica. Preocupado com a elevação da escolaridade desses profissionais, que impactam na inovação e produtividade das empresas, o Serviço Social da Indústria (SESI) oferece, desde 1946, cursos de educação de jovens e adultos (EJA) conectados à realidade das pessoas. Recentemente, desenvolveu uma metodologia que reconhece conhecimentos prévios dos alunos, reduzindo a carga horária para que completem os estudos. O novo método é realizado em regime de experiência pedagógica, em parceria com o Ministério da Educação (MEC).
Confira essas e outras vantagens do método da EJA desenvolvida pelo SESI:

1. 72 anos de experiência

Desde a sua criação, o SESI oferece educação de jovens e adultos, beneficiando milhões de trabalhadores da indústria e seus dependentes. Foi no SESI, em Recife, que o renomado educador Paulo Freire teve contato pela primeira vez com a educação de adultos, tema que o consagrou mundialmente. O SESI Bahia oferece a EJA desde 1996, possui 22 anos de atuação na Educação de Jovens e Adultos no estado da Bahia.

2. Reconhecimento de saberes

Trata-se de uma etapa prévia ao ingresso do estudante na EJA em que se identifica, valida e certifica competências e habilidades desenvolvidas nas experiências de vida e trabalho. O reconhecimento de saberes envolve uma série de procedimentos realizados com a participação de especialistas de cada área do conhecimento – linguagens e códigos; matemática; ciências humanas e ciências da natureza. São realizadas avaliações, entrevistas e preenchimento de formulários para identificação de conhecimentos prévios.

3. Carga horária reduzida

Com a etapa de reconhecimento de saberes, estudantes conseguem aproveitar conteúdos que já viram ao longo da vida  e, com isso, reduzir a carga horária. Em média, a metodologia proporcionou uma redução de 300 horas-aula das 1.200 horas-aula do currículo do ensino médio da EJA.

4. Currículo conectado à realidade das pessoas

Os itinerários educativos são construídos em conexão com a realidade profissional dos alunos. O SESI desenvolve propostas de conteúdos de acordo com necessidades de empresas e setores e capacita professores para trabalhar as áreas de conhecimento a partir dos exemplos do dia a dia das pessoas.

5. 80% de aulas a distância

O currículo prevê 20% de aulas presenciais e 80% a distância para facilitar a conclusão dos estudos por pessoas que têm inúmeras obrigações diárias; como trabalho, cuidados com a casa e a família, entre outros. Isso proporciona ainda que os profissionais saibam lidar com novas tecnologias e promove a inclusão digital.

6. Baixo índice de evasão

O currículo construído com base nas necessidades e realidade de jovens e adultos faz com que o índice de evasão na EJA do SESI seja baixo: de 15%. Na rede pública, esse percentual chega a 85%.