Polícia baiana alcança a marca de um assaltante preso por dia em 2016

Autor: N1 BAHIA

Publicada em


O combate da polícia baiana aos criminosos que atuam roubando ônibus em Salvador e região metropolitana (RMS) alcançou a marca, em 2016, de um assaltante preso por dia. Nos 204 primeiros dias deste ano (1º de janeiro a 22 de julho), o Grupo de Repressão a Roubos em Coletivos (Gerrc) e a Operação Gêmeos prenderam 232 pessoas devido a essa prática criminosa. No ano de 2015 foram mais de 500 assaltantes detidos.

A prisão de Alex Cruz da Silva, nesta sexta-feira (22), horas depois de roubar os passageiros em um ônibus na localidade conhecida como Jaqueira do Carneiro, foi mais uma feita durante diligências integradas das polícias Militar e Civil.

“O patrulhamento ostensivo nas ruas, através das blitzes, e o trabalho de inteligência dos nossos investigadores nos garantiu a redução de 10,9% desses crimes em 2016. É importante que esses números sejam divulgados para valorizar o trabalho que vem sendo feito, e a população saber que a polícia está trabalhando diuturnamente para prevenir e prender os criminosos”, afirmou o secretário da Segurança Pública do Estado, Maurício Teles Barbosa.

O coordenador do Gerrc, José Nélis, destacou que existe ótimo relacionamento entre a polícia e os rodoviários e também o reconhecimento do trabalho realizado. “Este ano fomos homenageados pela categoria, com os nomes da Gerrc e da Gêmeos, nos troféus de 1º e 2º colocados num campeonato de motoristas e cobradores”.

Ele ressaltou que o trabalho poderia ter ainda melhores resultados se a taxa de reincidência fosse menor. “Cerca de 80% dos presos por roubos a ônibus voltam a praticar o crime em pouco tempo. Necessitamos de leis mais duras para esses criminosos”, enfatizou. O delegado informou que equipes do Gerrc e da Gêmeos continuam realizando diligências para prender o comparsa de Alex no assalto ao ônibus na manhã deste sábado (23).