Pai mata bebê de dois meses porque estava incomodado com choro, em Salvador

Autor: N1 BAHIA

Publicada em


Foto: reprodução
Salvador

Edvaldo Rodrigues de Brito, 24 anos, foi preso na noite de quinta-feira (22/3), após agredir e matar o filho de dois meses, na residência onde moravam, no Loteamento Condor, bairro de Águas Claras, em Salvador. Ele chegou com o bebê em estado grave ao Hospital Eládio Lassere, em Cajazeiras, com sinais de violência. A criança ficou internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), mas não resistiu.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), o delegado da Central de Flagrantes Roberto César Nunes informou que em depoimento, o acusado disse que estava sozinho quando a criança começou a chorar. “Ele contou que começou a jogar a criança para cima e, na terceira vez, já notou o filho mole e desfalecido”, relatou o delegado.

Ainda segundo a SSP, no hospital, Edvaldo relatou outra versão aos médicos ao apresentar a criança, contando que o bebê havia apresentado mal estar após tomar um medicamento, no entanto, a pediatra que realizou o atendimento percebeu que o bebê tinha sido vítima de violência e, de imediado, acionou o posto policial do hospital.

Guarnições da 3ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Cajazeiras) foram até o hospital e conduziram Edvaldo até a Central de Flagrantes onde confessou a agressão. “Durante o depoimento, além de assumir que estava incomodado com o choro, disse também que tentou matar o filho porque está desempregado”, declarou o delegado.

Autuado por tentativa de homicídio, Edvaldo encontra-se custodiado e aguarda a audiência de custódia. Ainda segundo o delegado, se a criança não resistir, o criminoso será autuado por homicídio. Segundo o site A Tarde, o bebê não resistiu e morreu na manhã desta sexta-feira (23/3).