5 ciganos são presos em Simões Filho; polícia investiga envolvimento com morte de gêmeos

Autor: N1 BAHIA

Publicada em


14716434331

Cinco ciganos foram presos em flagrante durante uma operação do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), deflagrada na madrugada desta sexta-feira (19), no município de Simões Filho. Foram autuados por porte ilegal de arma, Djalma Alves Lemos, 56 anos, e seu sobrinho, Jairo Cerqueira, 35.

Bem como Lenival dos Santos Gama, 62, e seus dois filhos, Genivaldo dos Santos Gama, 42, e Iran dos Santos Gama, 29. As prisões ocorreram após a intensificação das investigações sobre as mortes dos irmãos gêmeos Cézar Sílvio Carvalho Santos e Sílvio Cézar Carvalho Santos.

Sobre a operação

A operação, que visava cumprir seis mandatos de busca e apreensão em seis imóveis, resultou na apreensão de onze armas, entre elas algumas de uso exclusivo das forças armadas, como uma pistola calibre ponto 45 e uma 9 milímetros, além de escopeta, rifle e armas semiautomáticas.

Vasta munição, carregadores, cartuchos, facões e 16 mil reais também foram apreendidos. “Temos uma linha de investigação definida e com as identificações dos principais suspeitos de participação nos assassinatos”, afirmou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, acrescentando que a polícia está empenhada em esclarecer os crimes e prender os autores.

Contra Genildo dos Santos Gama, também filho de Lenival, será instaurado um inquérito, já que no imóvel dele também haviam armas e farta munição, indicando comércio ilegal de armas de fogo.

“As armas serão encaminhadas para o Departamento de Polícia Técnica, para saber se já foram utilizadas em algum crime, inclusive na morte dos gêmeos Silvio e Cesar Carvalho, ocorrida na Baixa do Tubo”, explica o diretor.