“Não renunciarei”: Temer afirma que não abrirá mão do cargo na presidência

Autor: N1 BAHIA

Publicada em


Foto: Reprodução

 

O atual presidente do Brasil, Michel Temer, negou que renunciaria ao cargo, durante seu pronunciamento nesta quinta-feira (18/5). Com poucas palavras, ele relembrou momentos do seu governo, pontuou a denuncia feita pelo empresário Joesley Batista, dono da JBS, divulgada nesta quarta-feira (17/5).

Temer, ainda chamou as gravações feitas pela Polícia Federal e com a autorização do Supremo Tribunal Federal (STF) de clandestinas. O presidente revelou que solicitou oficialmente cópias das gravações, mas não foi atendido.

O presidente definiu as gravações como “clandestinas” e disse que vai pedir que seja investigado todo o conteúdo dos áudios. O evento que reuniu jornalistas e políticos foi transmitido na TV aberta.