Mulher morre após ser atropelada e brutalmente espancada a chutes e pauladas na Bahia

Autor: N1 BAHIA

Publicada em


Foto: Reprodução / Facebook
Violência

Uma mulher morreu na noite de terça-feira (8/5), após ficar internada em estado grave e inconsciente durante 13 dias no Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus. Marina Cerqueira Conceição, 41 anos, foi atropelada e espancada no dia 25 de abril, na cidade de Governador Mangabeira, região do Recôncavo da Bahia.

Segundo informações policiais, Marina voltava do trabalho para casa de motocicleta quando foi atropelada por um veículo conduzido pelo companheiro, que a aguardava na estrada. Ainda segundo informações policiais, caída no chão, ela foi agredida com chutes, pontapés e pauladas desferidos pelo mesmo homem que a atropelou.

A vítima recebeu os primeiros socorros de uma equipe da Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e depois foi encaminhada ao Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus, onde permaneceu internada em estado grave.

Marina era funcionária pública e trabalhava no Centro Educacional Professor Agnaldo Viana Pereira, no povoado de Quixabeira.

O companheiro dela e principal suspeito do crime, foi identificado como Adailton Cardoso da Silva Rezende, 45 anos. A vítima estava em processo de separação o mesmo, que também funcionário público e não aceitava o fim da união.

De acordo com relatos do delegado responsável pelo caso, Adailton se apresentou espontaneamente à delegacia e alegou ter desequilíbrios mentais.