Mais de 200 mil pessoas deixarão a capital no feriado

Haverá horários extras no terminal rodoviário

Autor: Tribuna da Bahia

Publicada em


O feriado dessa quinta-feira (21) dedicado a Tiradentes será marcado pelo reajuste das tarifas, em vigor desde ontem, nos pedágios do Sistema Bahia Norte (BA-093); Sistema Litoral Norte – Estrada do Coco (BA-099) e no Sistema Ferry Boat. Os reajustes, conforme alegado pelas administradoras dos sistemas, “ocorrem anualmente e é previamente estabelecido nos respectivos contratos de concessão”.

Para o sistema Ferry-Boat, as tarifas para a travessia Salvador x Itaparica, passaram de R$4,30 a R$4,80 nos dias úteis e de R$5,60 a R$6,40 nos sábados, domingos e feriados. Para condução dos automóveis de pequeno porte, a tarifa passou de R$36,00 para R$42,00 nos dias úteis e de R$51,00 para R$58,00 nos sábados, domingos e feriados.

Os automóveis de grande porte tiveram a tarifa aumentada de R$46,00 para R$55,00 nos dias úteis e de R$65,00 para R$74,00 nos sábados, domingos e feriados. Nas lanchas que fazem a travessia entre Salvador x Vera Cruz (Mar Grande) a tarifa passou de R$4,60 a R$5,30 de segunda a sábado e de R$6,10 para R$7,10 aos domingos e feriados. Nas lanchas com destino Salvador x Cairu (Morro de São Paulo) a tarifa passou de R$82,35 a R$ 95,20 todos os dias.

Horários extras no terminal rodoviário

 A expectativa de que 38 mil pessoas passem pelo Terminal Rodoviário de Salvador já a partir de hoje. De acordo com a Agerba-Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia, entre os destinos mais procurados estão Porto Seguro, Itacaré, Ilhéus, Itabuna, Vitória da Conquista, Barreira, Chapada Diamantina, além própria da RMS-Região Metropolitana de Salvador e Recôncavo Baiano.  Pelo Ferry Boat a previsão é de que seja atendido um volume similar ao registrado no mesmo período do ano passado, quando circularam pelos dois terminais mais de 92 mil passageiros e uma quantidade superior a 17 mil veículos.

Quem planeja sair de Salvador durante o feriado de Tiradentes terá à disposição várias opções de horários. Há programação, também, para fiscalizações especiais nas estradas neste período. Por se tratar de um fim de semana prolongado, alguns serviços já estão operando de forma diferenciada a partir de hoje e até domingo (24). As ações servem tanto para quem optar pela viagem em ônibus intermunicipais e interestaduais, quanto para os que forem dirigir pelas rodovias estaduais.

Na Estação Rodoviária estão disponibilizados 100 horários extras além dos 540 que funcionam diariamente. Caso haja demanda, a quantidade ainda pode ser ampliada, de acordo com o coordenador da Agerba, Abdul-Ramid. “Além dos horários extras, está disponível a compra de passagens antecipadas, o que evita as filas no dia da viagem permitindo que as pessoas garantam os horários desejados para suas passagens”. Segundo ele, é essencial que os baianos e turistas evitem o transporte clandestino por conta dos riscos a que podem estar submetidos.

BLITZES
Durante o período do feriado estão previstas blitzes nas rodovias BA’s e BR’s, a fim de combater o transporte clandestino intermunicipal. A Agerba, em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal e Polícia Estadual, tem participado de operações semelhantes na tentativa de coibir a clandestinidade na cidade e nas estradas da Bahia. A Agência alerta aos usuários para o grande perigo que estão expostos ao embarcarem num veículo clandestino, que além de não possuir vistoria também não conta com a cobertura do seguro em caso de acidente. A ação crescente dos clandestinos no sistema intermunicipal de transporte de passageiros tem se constituído em uma preocupação constante.

Todo o cuidado deve ser adotado pelo usuário na hora de contratar um serviço de transporte para viagens. A primeira coisa a ser feita é exigir da empresa, no ato de contratação do serviço, o certificado de vistoria do veículo expedido pela Agência. Outro detalhe é que a empresa ou o proprietário do veículo a ser alugado tenha uma Licença Especial, também expedida pelo órgão. O documento só é emitido se o veículo estiver com vistoria em dia. Portanto, é preciso muito cuidado, principalmente nesta época do ano, quando muitas pessoas formam grupos para viagens. Um veículo sem vistoria e sem licença para trafegar é um perigo e uma ameaça para a vida dos seus ocupantes.