Mais 175 mil pessoas vão viajar no São João: 1.700 horários extras

Autor: N1 BAHIA

Publicada em


-movimentacao-e-intensa-na-estacao-rodoviaria-de-salvador-ba-na-vespera-do-feriado

Quem está planejando curtir os festejos juninos longe da Capital, a partir desta sexta- feira (17), terá à disposição horários extras para atender a demanda de saída da cidade. Por conta do fim de semana prolongado, a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (AGERBA) intensifica as ações de fiscalização nas estradas da Bahia, começando no dia 17 e indo até o dia 27. As ações servem tanto para quem optar pela viagem em ônibus intermunicipais e interestaduais, quanto para os que preferem dirigir pelas rodovias estaduais.

A expectativa é que 175 mil pessoas passem pelo Terminal Rodoviário de Salvador. Entre os destinos mais procurados estão as Cidades do Recôncavo Baiano, tais como; Maragogipe, São Félix, Cachoeira, Sto. Amaro, Sto. Antônio de Jesus, Conceição do Almeida, Cruz das Almas Amargosa Senhor do Bonfim e Irecê, bem como as cidades litorâneas, a exemplo daquelas localizadas ao longo da Rodovia BA 099 (Estrada do Coco e Linha Verde), além das tradicionalmente, como: Itacaré, Ilhéus, Porto Seguro, Lençóis Palmeiras, Vitória da Conquista, Juazeiro, e Barreiras.

No Terminal serão disponibilizados 1.700 horários extras além dos 540 que já funcionam diariamente. Caso haja demanda, a quantidade ainda pode ser ampliada. Além dos horários extras, está disponível a compra de passagens antecipadas, evitando as filas no dia da viagem e permitindo que as pessoas garantam os seus horários de passagens. Informamos que é essencial que os baianos e turistas evitem o transporte clandestino por conta dos riscos que as pessoas correm.

Fiscalização

Durante o período do feriado, serão realizadas blitz nas BA’s e BR’s, a fim de combater o transporte clandestino intermunicipal. A Agerba, em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal e a Estadual, já vem participando de operações semelhantes, na tentativa de coibir a prática nas cidades e nas estradas da Bahia.

A Agência alerta aos usuários para o grande perigo de embarcar em um veículo clandestino, que, além de não possuir vistoria, não conta com a cobertura do seguro, em caso de acidente. A ação crescente dos clandestinos no sistema intermunicipal de transporte de passageiros tem se constituído em uma preocupação constante.

Cartilhas

Começa a ser distribuída nos terminais rodoviários a Cartilha de conscientização da população sobre os riscos oferecidos pelo transporte irregular

A AGERBA já está distribuindo nos terminais rodoviários do estado a cartilha “Transporte Clandestino não é Legal”, com o intuito de conscientizar e transformar a população civil em agentes fiscalizadores do transporte irregular, chamando a atenção para os riscos oferecidos por este tipo de prática.

Durante os festejos juninos – época de maior demanda de veículos nas estradas – os pólos fiscalizadores irão contar com as cartilhas da campanha. Agentes da AGERBA, em parceria com as Polícias Estaduais e Federais, no intuito de coibir as irregularidades do transporte intermunicipal realizarão ações intensivas dentro das possibilidades cabíveis e legais.

Esta medida visa intensificar a fiscalização que a AGERBA realiza em todo o estado. O combate ao transporte clandestino é importante para a segurança dos usuários, já que esse tipo de atividade não segue as normas regulares e não passa por inspeções periódicas que asseguram as condições de trafegabilidade.

O combate ao transporte clandestino não deve ser uma preocupação apenas da AGERBA, e sim da sociedade como um todo. Esta prática coloca em risco milhares de vidas, as irregularidades vão desde a contratação de motoristas que não possuem o treinamento e a habilitação necessária, até mesmo a utilização de veículos com licenciamento adulterado.