IFBA abre inscrições em 2.855 vagas para cursos técnicos gratuitos em 14 cidades da Bahia

Autor: G1

Publicada em


IF Baiano tem 2.855 vagas para cursos técnicos gratuitos em 14 cidades da Bahia
IF Baiano tem 2.855 vagas para cursos técnicos gratuitos em 14 cidades da Bahia – Foto: Reprodução

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano (IF Baiano) vai abrir 2.855 vagas para o ingresso de estudantes em cursos técnicos integrados com o ensino médio ou apenas o técnico subsequente, ambos gratuitos, para 2019, voltados para estudantes de 14 cidades da Bahia.

As vagas estão distribuídas entre as cidades:

Alagoinhas; Bom Jesus da Lapa; Catu; Guanambi; Governador Mangabeira; Itaberaba; Itapetinga; Santa Inês; Senhor do Bonfim; Serrinha; Teixeira de Freitas; Valença; Uruçuca; Xique-Xique.

De acordo com o IF Baiano, 70% das vagas oferecidas são reservadas para os estudantes que cursaram o ensino fundamental integralmente na rede pública de ensino. O restante das vagas estão divididas da seguinte forma: 25% é destinado à ampla concorrência e 5% para pessoas com deficiência.

As vagas são para os cursos de:

Agroindústria; Agroecologia; Agricultura; Técnico em Agropecuária; Técnico em Informática; Técnico em Alimentos; Técnico em Química; Técnico em Agrimensura; Técnico em Petróleo e Gás; Técnico em Manutenção e Suporte em Informática; Técnico em Informática para Internet; Técnico em Zootecnia; Técnico em Floresta; Técnico em Hospedagem; Técnico em Guia de Turismo; Técnico em Meio Ambiente.

Inscrições

As inscrições também são gratuitas, começam no dia 3 de setembro e terminam no dia 3 de outubro.

Conforme o IF Baiano, a inscrição no processo seletivo acontecerá em duas etapas: a primeira via internet, por meio do endereço eletrônico da intituição ou presencialmente nos postos da instituição nas 14 cidades.

No segundo momento, o candidato deverá entregar a documentação solicitada pelo instituto nos postos presenciais. Os candidatos devem apresentar documentos de identificação e o histórico escolar. Os candidatos que saíram de escolas públicas ou pessoa com deficiência devem apresentar a documentação comprobatória.