IBGE vai abrir nova seleção com 7.825 vagas

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


Fique ligado! O IBGE lançará um novo edital com 7.825 vagas temporárias para contratação temporária para níveis médio e superior. Desse total, cerca 500 vagas são na Bahia. Os salários variam de R$ 950 a R$ 4,6 mil, mais R$ 458 de auxílio-alimentação.

Das oportunidades oferecidas, 7,5 mil vagas são para o cargo de agente de pesquisas e mapeamento (nível médio), 300 para agente de pesquisas por telefone (nível médio) e 25 para supervisor de pesquisas (nível superior nas áreas de geral, suporte gerencial, gestão e tecnologia da informação e comunicação).

Os contratos terão validade de um ano, podendo prorrogar por mais dois. As inscrições estão previstas para acontecerem entre 21 de junho a 19 de julho, com provas no dia 04 de setembro.

Veja a lista de empregos abertos

Atribuições dos cargos

O agente de pesquisas e mapeamento deverá visitar domicílios e estabelecimentos para a coleta de dados para as pesquisas de natureza estatística; realizar entrevistas; dar suporte à realização dos levantamentos geográficos; coletar feições cartográficas e nomes geográficos; converter para o meio digital as informações dos formulários; participar de treinamentos ministrados por técnicos do IBGE; e elaborar relatórios.

As funções do agente de pesquisas por telefone são coletar informações via telefone e realizar a coleta utilizando roteiros e scripts planejados, assistidos por sistema computacional, visando captar e dirimir dúvidas quanto aos dados fornecidos.

O supervisor de pesquisas será responsável por auxiliar no planejamento e execução dos trabalhos de definição metodológica da pesquisa; realizar pesquisa piloto; ministrar treinamentos e distribuir as tarefas para os agentes de pesquisas por telefone; acompanhar e relatar à coordenação da pesquisa o desempenho dos agentes de pesquisas por telefone; auxiliar a coordenação na crítica de agregados e na análise e divulgação de resultados; levantar, organizar, sistematizar e avaliar informações; elaborar relatórios, gráficos e tabelas; analisar dados quantitativamente e qualitativamente; e desenvolver eventualmente atividades de campo. Este profissional poderá atuar nas áreas de estatística, administração, geral ou tecnologia de informação e comunicação.