Greve! 20 mil alunos ficarão sem aulas em Simões Filho

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


 

Foto: Simões Filho Online
Foto: Simões Filho Online

Os professores da rede municipal de ensino de Simões Filho decidiram, em unanimidade, entrar em greve por tempo indeterminado.  A decisão foi tomada na manhã desta sexta-feira (18) em assembleia geral da categoria, com cerca de 400 professores no Shopping Millennium, no bairro do Cia I, onde é localizada a sede da APLB Sindicato. Cerca de 20 mil alunos vão ficar sem aulas por tempo indeterminado em Simões Filho.

Na ocasião, os professores decidiram pela paralisação da categoria por tempo indeterminado no município. A tônica dos discursos foi a insatisfação com a falta de solução do governo municipal.

A classe informou que vai se concentrar na próxima segunda-feira (21), no pátio da prefeitura às 8h para realizar um grande apitaço, enquanto representantes da APLB Sindicato, se reúne com o prefeito Eduardo Alencar em seu gabinete. Ainda na segunda, a categoria realizará uma assembleia geral às 14h, para decidir sobre a manutenção ou fim da greve.

A principais reivindicações dos professores municipais de Simões Filho é que se aplique a lei, nacionalmente, com percentual entre níveis e a reserva da jornada, equivocada no FUNDAMENTAL II e nunca implementada no FUNDAMENTAL I, melhorem as condições das escolas entre outros. Os educadores também denunciam que está faltando merenda nas escolas da rede municipal da cidade.

Fonte: Simões Filho Online