FGTS, seguro desemprego, nome sujo: 10 serviços gratuitos que podem ser feitos on-line

Autor: Midiamax

Publicada em


FGTS, seguro desemprego, nome sujo: 10 serviços gratuitos que podem ser feitos on-line
FGTS, seguro desemprego, nome sujo: 10 serviços gratuitos que podem ser feitos on-line – Foto: Thaís Lima

 

Com as novas tecnologias, diversos serviços que antes precisavam ser solicitados de forma 100% presenciais simplesmente podem ser realizadas na internet, o que garantiu tanto mais agilidade nos atendimentos como economia de forma geral.

Quem imaginaria, por exemplo, que calcular o tempo que falta para se aposentar poderia ser feito com apenas alguns cliques; sem a necessidade de enfrentar fila em uma agência do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social)? Ou a consulta ao saldo e depósitos do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço); que também pedia que o usuário se deslocasse até uma agência da Caixa? São coisas do passado.

Confira a lista com os serviços virtuais gratuitos que podem facilitar sua vida:

Quanto tempo falta para a aposentadoria?

Em fevereiro, o site do INSS disponibilizou uma calculadora que promove a estimativa do tempo de contribuição do trabalhador e aponta se o usuário já pode pedir aposentadoria por idade ou por tempo de serviço, conforme as regras atuais. O diferencial desta versão da calculadora é que as informações já estão praticamente inseridas no sistema – antes, era preciso adicionar manualmente todos os períodos de contribuição descritos na carteira de trabalho.

Para utilizar o serviço, é preciso fazer o cadastro inicial, com o fornecimento de nome, CPF, data de nascimento e nome completo da mãe, além de responder perguntas específicas sobre o histórico de contribuição do usuário. Na sequência, uma senha provisória será gerada e enviada por e-mail, que deverá ser alterada imediatamente por outra de preferência do usuário. Clique AQUI para conferir.

Extrato FGTS

Lembra do tempo em que era preciso ir até uma agência da Caixa Econômica Federal para saber se estava tudo certinho com os depósitos do seu FGTS? Coisa do passado: o Ministério do Trabalho e Emprego já disponibiliza a consulta gratuita dos lançamentos verificados; na conta no período de até seis meses. Para tanto, o usuário precisará fornecer o NIS (PIS/PASEP, que está na carteira de trabalho); a senha da internet (que é cadastrada pelo usuário por meio de confrontação cadastral) ou a Senha do Cidadão. Além de consulta on-line, o FGTS ainda possui um app gratuito para Android e iPhone que facilita mais ainda as consultas. Clique AQUI para conferir.

Seguro-desemprego

Ao ser desligado da empresa sem justa causa, o trabalhador tem direito a receber, por até 4 meses no primeiro pedido, o benefício correspondente à faixa salarial de contribuição. Mas, para ter acesso aos valores mensais, é necessário fazer um agendamento de atendimento, que pode ser realizado clicando AQUI. No site, o usuário também pode ficar por dentro das regras atuais para recebimento do benefício; bem como os cronogramas de pagamento.

Imposto de renda

O site da Receita Federal disponibiliza todos os anos o serviço de declaração de imposto de renda, que pode ser feita baixando o programa de computador ou o aplicativo para celular (clique AQUI). Além de enviar a declaração, também é possível fazer a consulta dos lotes de restituição (clique AQUI).

Nome sujo?

A base de dados Serasa, que mantém cadastro de consumidores com restrição financeira; disponibiliza uma série de serviços gratuitos (e outros pagos) que facilitam a vida dos consumidores; e até ajudam na organização financeira. Consultar se há restrição no mercado em relação a seu CPF, por exemplo, é gratuito; assim como conferir qual seu score bancário – índice de probabilidade de ser inadimplente em relação às contas.

O site Serasa Consumidor também possibilita o registro no usuário no serviço Cadastro Positivo, que funciona como uma espécie de “currículo financeiro” que pode aumentar, por exemplo, a probabilidade de conseguir serviços de crédito como empréstimos e parcelamentos. Basta clicar AQUI e preencher o cadastro.

Cadastro habitacional na Emha

A Emha (Agência Municipal de Habitação de Campo Grande) disponibiliza o cadastro para os contribuintes que querem realizar o sonho da casa própria dentro dos programas habitacionais da agência. O cadastro pede confirmação e informação de dados e também precisa ser atualizado a cada dois anos, para que a habilitação do contribuinte aos empreendimentos continue em vigência. Clique AQUI e inicie o processo.

Certidão eleitoral

Sabe aqueles papeizinhos que a gente recebe quando vota no 1º e 2º turnos? Eles são mais importante do que pensamos, sendo necessários para comprovar a quitação das obrigações eleitorais. Só que é muito fácil perde-los. Ainda bem que o site do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) fornece gratuitamente a certidão de quitação, sem a necessidade de se deslocar até o prédio em que o fórum eleitoral funciona. Basta clicar AQUI e preencher os dados.

Alistamento militar On-line

Sim, agora é possível fazer o pré-alistamento virtualmente. O sistema pede apenas que o usuário tenha o Cartão do Cidadão para poder dar sequência no cadastro e a data de apresentação presencial será agendada. Clique AQUI.

Medicamentos presentes no Sistema Único de Sáude

O Minsitério da Saúde disponibiliza acesso imediato a lista de medicamentos que devem constar no SUS (Sistema Único de Saúde), com distribuição nas farmácias de hospitais públicos e em postos de saúde, assim como os medicamentos que requerem cadastro especial. Basta clicar AQUI.

Registro profissional

Atualmente, 14 categorias requerem registro profissional para poderem atuar no mercado de trabalho. Logo, é preciso solicitar junto ao MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) o Cartão de Registro Profissional. As profissões que exigem registro são: Agenciador de propaganda, Arquivista, Artista, Atuário, Guardador e lavador de veículos; Jornalista; Publicitário; Radialista; Secretário; Sociólogo; Técnico em arquivo; Técnico em espetáculos de diversões; Técnico de segurança do trabalho, e
Técnico em secretariado. Para iniciar o processo, clique AQUI.