FGTS terá R$ 9 bilhões para descontos em financiamentos de pessoas físicas

Autor: N1 BAHIA

Publicada em


FGTS terá R$ 9 bilhões para descontos em financiamentos de pessoas físicas
FGTS terá R$ 9 bilhões para descontos em financiamentos de pessoas físicas – Foto: Reprodução

 

Resolução do Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) prevê R$ 9 bilhões para a concessão de descontos nos financiamentos feitos por pessoas físicas. O valor está previsto nos orçamentos financeiro; operacional e econômico do FGTS para 2019; que foram publicados na edição desta segunda-feira (19) do Diário Oficial da União (DOU).

Também foi anunciado o orçamento plurianual do FGTS para o período 2019-2022. No ano que vem, o plano de contratações prevê R$ 78,6 bilhões em investimentos voltados à habitação; saneamento básico; infraestrutura urbana; operações urbanas consorciadas e FGTS-Saúde. Para o triênio 2020-2022, os valores serão de R$ 78,3 bi, R$ 76,2 bi e R$ 75,7 bi.

Para o exercício de 2019, ainda foi fixada em 7,3% ao ano a Taxa Referencial do Sistema Especial de Liquidação e Custódia (SELIC).

FGTS ajuda em financiamento de imóveis de até R$ 1,5 milhão

Imóveis com valor de até R$ 1,5 milhão já podem ser comprados por meio de financiamento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS); conforme resolução do Conselho Monetário Nacional (CMN).

A medida entraria em vigor a partir de 2019, mas o colegiado; formado pelos ministérios da Fazenda, do Planejamento e Banco Central; decidiu antecipar a vigência da medida.

Modelo

Em julho, o governo federal decidiu aumentar o teto de financiamento de compra de imóveis pelo Sistema Financeiro da Habitação (SFH); com uso de recursos do FGTS. Anteriormente, esse limite era de R$ 950 mil para imóveis no Rio de Janeiro; Minas Gerais; São Paulo e Distrito Federal; e R$ 800 mil nos demais estados.

Com esse modelo de financiamento, o mutuário pode usar os recursos depositados em sua conta do FGTS para pagar parcial ou totalmente o preço de aquisição do imóvel, assim como para quitar o saldo devedor da operação.