Vizinhos afirmam que dívida financeira pode ter sido a causa da morte de taxista

Autor: Correio 24 Horas - Com informações do repórter Bruno Wendel

Publicada em


Um dívida financeira pode ter sido a motivação da morte do taxista Elton Souza de Araújo, de 30 anos, na noite desta sexta-feira (5), no bairro do Vale dos Lagos, em Salvador. De acordo com vizinhos, ele devia dinheiro para agiotas e há cerca de dois meses teve a casa invadida e pertences levados para cobrir as dívidas. Os vizinhos contam ainda que no mesmo dia do crime, pessoas procuraram o taxista para fazer cobranças.

De acordo com testemunhas, momentos antes do crime Elton estava em uma festa e deixou o local depois de receber uma ligação do pai. Ao chegar na Rua Milton Santos, onde morava, ele encontrou um grupo de pessoas e parou para conversar, quando foi surpreendido por um carro modelo Celta da cor preta. Três homens armados saíram do veículo e iniciaram os disparos. “O carro parou atrás do caminhão e três homens saíram com os rostos cobertos. Quando viram Elton gritaram: ‘olha ele ali’ e começaram a atirar”, conta uma testemunha que prefere não se identificar.

O taxista foi baleado nas pernas e nas costas. Ele foi socorrido para o hospital Roberto Santos, mas não resistiu aos ferimentos. Além dele, Vágner Félix da Silva, de 19 anos, foi atingido na nuca pelos disparos. Ele foi socorrido para o hospital São Rafael e passou por cirurgia. O jovem está internado na UTI da unidade e o estado de saúde é grave.

De acordo com os vizinhos, Vágner faz parte de um time de futebol do bairro que faz treinos semanais no Centro de Treinamentos do Galícia. Neste domingo, ele participaria de um torneio de futebol e já estaria com tudo certo para fazer parte do time sub-20 da Juazeirense. A polícia vai investigar o caso.

*Correio 24 Horas – Com informações do repórter Bruno Wendel