Programas gratuitos que oferecem benefícios e saiba como participar

Autor: Débora Souza

Publicada em


Foto: reprodução

Os jovens entre 14 a 29 anos de idade somavam 51,6 milhões de pessoas no Brasil, em 2016. Desse total, 13,3% estavam ocupados e estudavam; 20,5% não trabalhavam e não estudavam; 32,7% não trabalhavam, mas estudavam; e 33,4% estavam ocupados e não estudavam. Para oferecer melhores condições a esses jovens e melhorar esses indicadores, o Governo do Brasil desenvolve programas sociais em benefício dessa população.

Conheça alguns deles;  

Educação  

As ações em educação para os jovens incluem inciativas como o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o Programa Universidade Para Todos (ProUnie o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES). Com elas, o governo oferece formação técnica para os estudantes do ensino médio e amplia o acesso ao ensino superior.   

Trabalho  

Com o objetivo de facilitar o acesso dos jovens ao emprego, o Programa Nacional de Estímulo ao Primeiro Emprego (PNPE) incentiva as empresas a contratarem pessoas entre 16 e 24 anos pagando um incentivo financeiro a cada vaga criada. Para concorrer a uma vaga, o jovem deve frequentar a escola, com ensino fundamental e médio incompletos ou curso supletivo e ter renda familiar per capita de até meio salário mínimo.  

Cultura 

Por meio do ID Jovem, jovens de 15 a 29 anos têm direito ao benefício da meia-entrada para acesso a eventos artísticos, culturais e esportivos, além da reserva de vagas a jovens de baixa renda nos veículos do sistema de transporte coletivo interestadual. Saiba aqui como participar.

Social  

O conjunto de ações do Progredir para promover a autonomia das famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e beneficiárias do Programa Bolsa Família também beneficia os jovens. O plano reúne qualificação profissional, apoio ao empreendedorismo e encaminhamento dessa parcela da população ao mercado de trabalho.  Para cadastra-se neste programa acesse aqui.

Esporte 

Jovens atletas com performances em competições nacionais e internacionais, da base ao alto rendimento, podem concorrer ao Bolsa Atleta. O programa é o maior patrocínio individual de esportistas do planeta. De 2005 até 2016, foram investidos mais de R$ 897 milhões no pagamento dos benefícios. Os valores variam entre R$ 370 e R$ 3, 1 mil, e os contemplados recebem o benefício pelo período de um ano. O dinheiro é depositado em conta do atleta na Caixa Econômica Federal. Para saber os procedimentos para inscrição acesse aqui.