Compositor de hits de Léo Santana e Kannário tem cabeça arrancada com facão

Autor: N1 BAHIA

Publicada em


Foto: Reprodução
Salvador

Na tarde da última segunda-feira (06), o músico Felipe Yves, cantor da banda Golaço e compositor consagrado no mundo do pagode, foi assassinado brutalmente no bairro da Boca da Mata, em Salvador.. De acordo com informações ainda não confirmadas, o crime bárbaro foi motivado por um romance do pagodeiro com uma moça, que ainda não teve a identidade revelada.

Segundo populares, amigos da vítima disseram que ele esteve na rua para encontrar uma namorada, mas acabou sendo interrogado por um traficante. Os criminosos perguntaram de onde ele era, e após ele responder que era morador do bairro de Boca da Mata acabou sendo assassinado.

Ainda de acordo com testemunhas, o jovem teve a cabeça arrancada com um facão e depois foi ateado fogo em seu corpo. Com apenas 21 anos de idade, o rapaz, que morava com a mãe no bairro de Cajazeiras, ganhou destaque no ano passado ao ter a canção “Depois de Nós É Nós de Novo”, onde é um dos compositores, gravada por Igor Kannário, como uma das mais executadas no Carnaval e chegou a participar da consagrada Pipoca do Kannário, ao lado do Príncipe do Guettho. Recentemente o músico conseguiu também emplacar o sucesso “Bumbum no Paredão”, gravado por Leo Santana.

Em fevereiro deste ano, pelas suas redes sociais, ele anunciou que iria iniciar uma carreira gospel. “A partir de hoje só faço musica Gospel. #ComoDeusQuer só ele me reconhece!”, escreveu.

O caso está sendo investigado pelo  Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).