Com três de Marinho, Vitória bate Náutico-RR, mas não elimina volta

Autor: ESPN

Publicada em


O Vitória deixou a classificação antecipada para a segunda fase da Copa do Brasil escapar por pouco. Nesta quarta-feira, o time rubronegro visitou o Náutico-RR, na Vila Olímpica, e chegou a ter a vantagem de dois gols, que daria a vaga direta, até os 42 minutos da segunda etapa. Mas acabou vacilando e venceu ‘apenas’ por 3 a 2. Destaque para a atuação do atacante Marinho, ex-Cruzeiro, que balançou a rede em três oportunidades.

O Vitória, no entanto, tem situação tranquila. No jogo de volta, marcado para o próximo dia 27 de abril, às 20h (de Brasília), no Barradão, pode até perder por 1 a 0 ou 2 a 1, que garante sua vaga para a segunda fase. Quem passar enfrenta o vencedor do duelo entre Portuguesa-SP e Parnahyba-PI.

O time baiano começou a partida com tudo e abriu vantagem logo aos dois minutos. Em bela jogada, o atacante Marinho puxou em velocidade, se livrou de três marcadores e bateu de perna esquerda para abrirvantagem.

Logo em seguida, aos 10, novamente Marinho mandou a bola para as redes. O atacante aproveitou falha do goleiro, roubou a bola e mandou para dentro do gol para ampliar.

Ainda deu tempo do Náutico diminuir na primeira etapa. Aos 35 minutos, Vinicius tentou cortar cruzamento de Wagner e mandou contra a própria meta, balançando a rede.

Na segunda etapa, dois lances movimentaram o jogo em menos de dois minutos. Aos 26, o árbitro deu mão de Vinicius na bola e marcou pênalti para o Náutico. Dudé foi para a cobrança e viu Fernando Miguel realizar a defesa e salvar o Vitória. Na sequência, aos 29, o Rubro-Negro chegou ao terceiro gol. Marinho aproveitou cruzamento de William e apareceu sozinho para chegar ao hat-trick na partida.

Com a classificação na mão, o Vitória acabou sendo castigado aos 42 minutos do segundo tempo. Após falha de Fernando Miguel, Romário acertou meia-bicicleta e diminuiu para o Náutico, provocando a necessidade do jogo de volta para definir o duelo.