Centro Juvenil inscreve para oficinas tecnológicas de programação

Autor: N1 BAHIA

Publicada em


Adolescentes e jovens de Salvador, com idade de 13 a 29 anos, têm oportunidade de lidar com técnicas de programação em oficinas no Centro Juvenil de Ciência e Cultura. Interessadas em participar das atividades, que fazem parte da campanha nacional ‘#MeninasPodemProgramar’, podem se inscrever gratuitamente, até 20 de abril, no Colégio Estadual da Bahia (Colégio Central), no bairro de Nazaré. Para isso devem apresentar careira de identidade (RG) e CPF.

De acordo com informações da Secretaria da Educação do Estado, a campanha – teve iniciada em comemoração ao Dia Internacional da mulher, 8 de março -, é uma ação da Microsoft, por meio do Comitê para Democratização da Informática (CDI), organização social voltada para o empoderamento digital. A diretora do Centro Juvenil de Salvador, Carla Almeida, informou que as adolescentes e jovens têm a opção de escolher o dia em que deseja fazer a oficina.

“Aqui no Centro Juvenil, as [atividades] acontecem, entre 25 e 28 de abril, com a oferta 60 vagas por dia, nos três turnos, e não é preciso ter conhecimento prévio sobre programação para participar”, diz Carla. Segundo ela, a parceria do CDI com o Centro Juvenil é resultado do reconhecimento ao trabalho desenvolvido pela unidade. “O Centro Juvenil já realiza em suas oficinas um trabalho [para] popularização a programação”.

Jogos ‘Frozen’ e Minecraft’

A coordenadora de projetos do CDI explica ainda que a oficina é simples e busca despertar nas jovens o interesse pela programação, “por meio dos jogos ‘Frozen’ e Minecraft’. As participantes que concluírem todas as etapas da oficina recebem certificado de reconhecimento internacional.

As Atividades oficinas também acontecem em outros locais de Salvador, como o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (Ifba), Associação de Pais, Amigos e Pessoas com Deficiência (Apabb), Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) e em espaços parceiros do CDI nos bairros de Paripe, Bairro da Paz e Boca do Rio.