Cartão de integração entre ônibus e metrô passará a ser cobrado; veja como adquirir seu bilhete

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


A partir de segunda-feira, (12/03), os usuários do transporte público de Salvador terão de pagar R$ 5,00 para adquirir o cartão de integração entre o metrô e os ônibus urbanos e intermunicipais.

O início da venda dos cartões é resultado de uma ação conjunta da CCR Metrô, SalvadorCard e Metro Passe, cujo objetivo é incentivar os passageiros a utilizarem o bilhete identificado feito a partir de um cadastro gratuito com o CPF do usuário que possibilita a recuperação dos créditos em caso de perda ou roubo.

A cobrança inicia uma nova fase do sistema de transporte em Salvador.  Desde a implantação do metrô, já foram distribuídos  cerca de três milhões de cartões gratuitamente, o equivalente a três unidades por usuário.

Segundo a Integra, empresa responsável pelos serviços de integração dos transportes em Salvador a grande vantagem destes novos cartões é que eles permitem o bloqueio e funcionam da mesma forma que o avulso, sem restrições.

Quem já possui o cartão de integração não precisa comprar um novo e poderá utilizá-lo na mudança para o bilhete identificado, no momento do cadastro do CPF. Até domingo,(11/03), o valor de aquisição dos cartões permanece o mesmo: duas passagens para o bilhete avulso dos ônibus e R$ 10 para o cartão de integração do metrô. Em ambos os casos, o valor pago é revertido em créditos.

Como fazer o cadastro

Os interessados em adquirir um bilhete identificado do Salvador Card se dirigir a um  dos postos localizados na Estação da Lapa e no Comércio ou nas estações do metrô Acesso Norte e  apresentar um documento original.

Já o usuário do serviço que  possui o cartão do metrô pode fazer a mudança de segunda a sexta-feira das 7h às 19h nos quiosques de atendimento das estações Lapa, Acesso Norte, Rodoviária e Mussurunga.

Cada CPF cadastrado é vinculado a apenas um bilhete identificado. A aquisição do cartão avulso do metrô, que é inserido na catraca do sistema durante o uso, está isenta de taxa. Da mesma forma, a cobrança não atinge os estudantes que utilizam a meia passagem do Salvador Card e o cartão de vale-transporte fornecido por empresas.