‘Carlão’ líder de facção criminosa troca tiros com a polícia, não resiste e morre em Salvador

Autor: N1 BAHIA

Publicada em


'Carlão' líder de facção criminosa troca tiros com a polícia, não resiste e morre em Salvador
‘Carlão’ líder de facção criminosa troca tiros com a polícia, não resiste e morre em Salvador – Foto: Divulgação / SSP-BA

 

Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), o traficante Antônio Carlos dos Santos Silva, conhecido Carlão do Aviário, foi localizado na manhã desta sexta-feira (07/06), no bairro de Mata Escura, durante operação conjunta.

Escondido em Salvador, o criminoso comandava de longe o tráfico na região conhecida como Aviário e também estava ligado a diversos crimes contra a vida.

Informações levaram os policiais até um imóvel, situado na Alameda Rosada. Ao perceber a presença policial, Carlão disparou contra as equipes durante a tentativa de fuga. Ele foi ferido e socorrido para o Hospital Geral Roberto Santos, no Cabula, mas não resistiu. Com ele foram encontradas drogas e arma.

'Carlão' líder de facção criminosa troca tiros com a polícia, não resiste e morre em Salvador
‘Carlão’ líder de facção criminosa troca tiros com a polícia, não resiste e morre em Salvador – Foto: Divulgação / SSP-BA

Chefe do tráfico

Ainda de acordo com a SSP-BA, o traficante atuava como braço direito de Ronilson Oliveira de Jesus, o Rafael; morto em confronto com a polícia em janeiro de 2017. Com a morte de Rafael, sua companheira, Aldacy Santos Souza, mais conhecida como Sady, passou a comandar a venda de drogas com o apoio de Carlos. Com a prisão de Sady em março desse ano, Carlão do Aviário assumiu a liderança do tráfico.

Ele tinha mandado de prisão em aberto por homicídio e tráfico de drogas. Em maio de 2016 tentou matar Dionelio Silva Pinto, após acusá-lo de roubar seu celular. Também estava relacionado a mortes, em Feira de Santana, envolvendo a venda de drogas na localidade do Aviário.

De acordo com o comandante do Policiamento na Região Leste, coronel Luziel Andrade, equipes da Rondesp Leste e da Companhia da área reforçam o policiamento na localidade. O Coordenador da 1ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/ Feira de Santana), delegado Roberto Leal, revelou que as investigações para identificar e prender o restante da quadrilha continuam.

Operação

Atuaram na ação que identificou o esconderijo do criminoso o Comando de Policiamento Especializado, Comando de Operações Policiais Militares, o Batalhão de Operações Policiais Especiais, da 67ª Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPM/ Feira de Santana), e da Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT/ Leste).