Bolsonaro x Haddad: Presidente do Brasil será definido no 2º turno

Autor: N1 BAHIA

Publicada em


 Bolsonaro x Haddad: Presidente do Brasil será definido no 2º turno
Bolsonaro x Haddad: Presidente do Brasil será definido no 2º turno – Foto: Reprodução

 

O novo presidente da República será definido somente no próximo dia 28 de outubro, segundo turno das Eleições Gerais 2018. A disputa será entre os candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).

Balanço

Ao realizar um balanço do primeiro turno das Eleições Gerais de 2018 durante entrevista a jornalistas, a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, declarou que às 20h48min de ontem (07), foi matematicamente definido que os candidatos Jair Bolsonaro, da Coligação Brasil Acima de Tudo, Deus Acima de Todos (PSL/PRTB), e Fernando Haddad, da Coligação O Povo Feliz de Novo (PT/PC do B/PROS), disputarão o segundo turno das eleições presidenciais em 28 de outubro.

Neste horário, o candidato Jair Bolsonaro somava 46,70% dos votos válidos, o que correspondiam a 47.756.864 votos, e o candidato Fernando Haddad tinha 28,37%, o que equivalia a 29.013.095 votos.

No balanço da votação, a ministra Rosa Weber destacou que o primeiro turno das eleições deste ano transcorreu com a normalidade esperada, tendo a Justiça Eleitoral cumprido o seu papel e realizado o trabalho para o qual se preparou, com o zelo de seus servidores. A magistrada afirmou que a Justiça Eleitoral entregou ao povo brasileiro um resultado célere e dentro da mais absoluta tranquilidade. “Estamos terminando hoje a primeira etapa da festa da democracia”, disse a ministra.

A ministra informou que os estados do Amapá, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Tocantins e do Distrito Federal haviam encerrado a totalização de seus votos para o cargo de presidente da República.

Comparecimento às urnas e abstenção

Com base na totalização de dados até as 20h22min, Rosa Weber informou que havia uma abstenção de 20,33% do eleitorado, o que representa um pequeno aumento em relação às eleições gerais de 2014, quando a abstenção alcançou 19,39%.

Rosa Weber revelou que, naquele horário, a totalização registrava que 108.324.227 eleitores haviam comparecido às urnas, o que correspondia a 79,67% do eleitorado. Pelos dados finais da eleição de 2014, o comparecimento atingiu 80,61%.

Também pela totalização até as 20h22min, os votos válidos das eleições deste ano registravam 98.842.725, contra 104.023.802 no pleito de 2014. No mesmo horário, pela apuração, os votos em branco atingiam 2.894.143 (2,67%), contra os 4.420.489 (3,84%) de votos desse tipo em 2014.

Até aquele horário da totalização, os votos nulos nas eleições deste ano alcançavam 6,08%, contra 5,80% em 2014.