Bolsa Família de outubro começou a ser pago – Veja quem tem direito e valores do benefício

Autor: N1 BAHIA

Publicada em


Bolsa Família de outubro começou a ser pago - Veja quem tem direito e valores do benefício - calendário
Bolsa Família de outubro começou a ser pago – Veja quem tem direito e valores do benefício – Foto: Reprodução

O pagamento do Bolsa Família de outubro começa a ser efetuado nesta quinta-feira (18/10). Desde julho desse ano, conforme previsto no Decreto nº 9.396, de 30 de maio de 2018, os valores dos benefícios e das linhas de pobreza e extrema pobreza foram reajustados.

O calendário é definido pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) com a liberação dos saques por etapas a todos os beneficiários. Para saber o dia em que o beneficiário pode retirar o dinheiro, basta ele conferir o Número de Identificação Social (NIS) impresso no seu cartão do programa. Aqueles que terminam com final 1 podem sacar no primeiro dia do pagamento. Os com final 2, no segundo dia e assim por diante.

O PROGRAMA

Voltado para as famílias inseridas no Cadastro Único para Programas Sociais, o Bolsa Família atende quem tem renda mensal por pessoa de até R$ 89, além daquelas com renda familiar mensal de até R$ 178 por pessoa e que tenham integrantes gestantes, crianças ou adolescentes.

Para integrar o programa, as famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza devem procurar o setor responsável pelo Bolsa Família ou pelo Cadastro Único, geralmente localizado no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) ou em outra unidade das prefeituras. Ao se inscreverem no programa, elas assumem compromissos nas áreas de Educação e Saúde.

BENEFÍCIOS

O valor que a família recebe por mês é a soma de vários tipos de benefícios. Portanto, sendo estes previstos no Programa Bolsa Família. Os tipos e as quantidades de benefícios que cada família recebe dependem da composição (número de pessoas; idades; presença de gestantes etc.) e da renda da família beneficiária.

Benefício Básico, no valor de R$ 89,00

— Pago apenas a famílias extremamente pobres (renda mensal por pessoa de até R$ 89,00).

Benefícios Variáveis (até cinco por família): 

Pago às famílias com renda mensal de até R$ 178,00 por pessoa e que tenham crianças com idade entre 0 e 6 meses em sua composição; para reforçar a alimentação do bebê, mesmo nos casos em que o bebê não more com a mãe. São seis parcelas mensais. Para que o benefício seja concedido, a criança precisa ter seus dados incluídos no Cadastro Único até o sexto mês de vida.

Benefícios Variáveis (até cinco por família): 

Benefício Variável Vinculado à Criança ou ao Adolescente de 0 a 15 anos.

 

R$ 41,00

Pago às famílias com renda mensal de até R$ 178,00 por pessoa e que tenham crianças ou adolescentes de 0 a 15 anos de idade em sua composição.

É exigida frequência escolar das crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos de idade (Saiba mais sobre esse compromisso aqui).

Benefício Variável Vinculado à Gestante

 

R$ 41,00

Pago às famílias com renda mensal de até R$ 178,00 por pessoa e que tenham grávidas em sua composição.

São repassadas nove parcelas mensais.

O benefício só é concedido se a gravidez for identificada pela área de saúde para que a informação seja inserida no Sistema Bolsa Família na Saúde.

Benefício Variável Vinculado à Nutriz.

R$ 41,00

 

Pago às famílias com renda mensal de até R$ 178 por pessoa; e que tenham crianças com idade entre 0 e 6 meses em sua composição, para reforçar a alimentação do bebê. Mesmo nos casos em que o bebê não more com a mãe.

São seis parcelas mensais.

Para que o benefício seja concedido, a criança precisa ter seus dados incluídos no Cadastro Único até o sexto mês de vida.


Benefício Variável Vinculado ao Adolescente, no valor de R$ 4
8,00 (até dois por família).

— Pago às famílias com renda mensal de até R$ 178 por pessoa; e que tenham adolescentes entre 16 e 17 anos em sua composição. É exigida frequência escolar dos adolescentes. (Saiba mais sobre esse compromisso aqui)

Benefício para Superação da Extrema Pobreza, em valor calculado individualmente para cada família.

— Pago às famílias que continuem com renda mensal por pessoa inferior a R$ 89,00; mesmo após receberem os outros tipos de benefícios do Programa.

— O valor do benefício é calculado caso a caso, ou seja, de acordo com a renda; e a quantidade de pessoas da família. Para garantir que a família ultrapasse o piso de R$ 89,00 de renda por pessoa.

CALENDÁRIO

Bolsa Família de junho começou a ser pago - Veja quem tem direito e como se inscrever
Foto: Divulgação / MDS