Quem tem Bolsa Família pode cadastrar currículos para seleção de empregos e se inscrever em cursos

Autor: N1 BAHIA

Publicada em


Quem tem Bolsa Família pode cadastrar currículos para seleção de empregos e se inscrever em cursos
Quem tem Bolsa Família pode cadastrar currículos para seleção de empregos e se inscrever em cursos – Foto: Reprodução

Os beneficiários que possuem cadastro no Cadastro Único e Bolsa Família têm direito de se inscrever em cursos, cadastrar currículos e participar da seleção de vagas de empregos.

O objetivo, segundo o governo federal, é gerar oportunidades para que a população possa superar a pobreza. O Plano Progredir e parcerias com empresas e instituições do setor produtivo, seriam uma das maneiras de se alcançar isso. Efetivamente, o projeto deve garantir a inclusão produtiva e a emancipação das famílias pobres em todo o país.

Acessando o portal do Plano Progredir, as famílias do Bolsa Família e do Cadastro Único podem se inscrever nos cursos, cadastrar currículos e participar da seleção de vagas de empregos. Tudo isso está disponibilizado pela rede de parceiros nas áreas da indústria de alimentos, saúde e construção civil.

Estão disponíveis mais de 40 mil vagas em cursos gratuitos de qualificação profissional a distância (EaD). Além de promover a capacitação das pessoas inseridas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, o Plano Progredir também incentiva o empreendedorismo e o acesso a microcrédito para que pessoas de baixa renda possam investir em um negócio próprio.

PROGREDIR

O Progredir busca fazer com que as pessoas inscritas no Cadastro Único alcancem a autonomia por meio do emprego e da geração de renda, principalmente os beneficiários do Programa Bolsa Família.

Para facilitar o acesso a oportunidades, o Progredir oferece uma ferramenta digital que ajuda as pessoas a preparar o próprio currículo.

 Além disso, são ofertadas vagas de emprego e preparação para o mercado de trabalho.

Coordenado pela Secretaria de Inclusão Social e Produtiva do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), e mediante parcerias públicas e privadas, o Progredir atua de forma conjunta e integrada em três eixos:

1. Intermediação de mão de obra

  • Ferramenta para elaboração de currículos;
  • Identificação do perfil dos candidatos;
  • Cruzamento dos perfis dos candidatos e das vagas de emprego oferecidas por empresas parceiras;
  • Encaminhamento para o mercado de trabalho;

2. Qualificação profissional

Cursos profissionalizantes:

    • 1 milhão de vagas em cursos do Pronatec Oferta Voluntária;
    • Ferramenta on-line de localização de Centros Vocacionais Tecnológicos para apoiar o acesso a cursos de formação profissional;

 Educação financeira:

    • Oficinas de educação financeira para mais de 100 mil famílias;

Inclusão digital:

    • Ferramenta on-line de localização de telecentros para apoiar o acesso a cursos de inclusão digital;
    • Bolsas para Agentes de Inclusão Digital;

3. Empreendedorismo

  • Incentivos para a concessão de até R$ 3 bilhões por ano em microcrédito para as famílias do Cadastro Único investirem em pequenos negócios ;
  • Assistência técnica e inclusão financeira para trabalhadores autônomos inscritos no Cadastro Único;

EMPREGO

O Progredir busca fazer com que as pessoas inscritas no Cadastro Único alcancem a autonomia por meio do emprego e da geração de renda, principalmente os beneficiários do Programa Bolsa Família.

Para facilitar o acesso a oportunidades, o Progredir oferece uma ferramenta digital que ajuda as pessoas a preparar o próprio currículo. Além disso, são ofertadas vagas de emprego e preparação para o mercado de trabalho.

ACESSE AQUI.

Se você está inscrito no Cadastro Único, pode acessar essas facilidades:

SEU CURRÍCULO

  • Seu currículo fica disponível para as instituições que oferecem vagas de trabalho aqui no Portal Progredir;

VAGA DE TRABALHO

  • Ao criar seu currículo, você pode verificar se há, em sua região, vagas de trabalho ofertadas pelos parceiros do Progredir;

QUALIFICAÇÃO PARA O MERCADO DE TRABALHO

  • O Progredir oferece cursos para você se qualificar para o mercado de trabalho;

BOLSA FAMÍLIA 2019

Pagamento

Em maio, o pagamento do benefício segue o calendário escalonado. Para saber o dia em que poderá sacar, o beneficiário deve conferir o Número de Identificação Social (NIS) impresso no cartão do programa. Os que terminam com final 1 podem sacar no primeiro dia do pagamento. Os com final 2, no segundo dia – e assim por diante. Os recursos ficam disponíveis para saque por um período de 3 meses. Para saber a data de pagamento, basta acessar a página oficial do Bolsa Família.

13º confirmado no final do ano

O Ministério da Cidadania, Osmar Terra, anunciou recentemente a 13ª parcela do Programa Bolsa Família. A medida é inédita e proporcionará o maior poder de compra da história aos beneficiários. O recurso foi oficializado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, na solenidade que celebrou os cem dias de governo, no Palácio do Planalto. O Ministério da Cidadania terá um aumento de R$ 2,58 bilhões no orçamento.

O ministro concluiu que o 13º é reflexo do aperfeiçoamento que o programa vem passando; por meio de iniciativas como o pente-fino, que combate fraudes. Neste sentido, ele lembra que foi possível eliminar a fila de espera para entrar no programa; que já chegou a quase dois milhões de famílias – índice de maio de 2015. Com a otimização, quem se inscreve e atende os critérios necessários não aguarda mais que 45 dias para participar do programa.

O pagamento do 13º será em dezembro, no mesmo dia do repasse habitual do mês.

Sobre o programa

O Bolsa Família é voltado a famílias extremamente pobres (renda per capita mensal de até R$ 85) e pobres (renda per capita mensal entre R$ 85,01 e R$ 170). Os beneficiários recebem o dinheiro mensalmente e, em contrapartida, cumprem compromissos nas áreas de saúde e educação.

Calendário de pagamento do Bolsa Família 2019

Bolsa Família calendário