Vigilante é morto durante tentativa de assalto a papelaria na Paralela

Segundo informações da Central de Polícia, os suspeitos invadiram a loja e tentaram roubar a arma do vigilante identificado como José Nilton de Lima Costa.

Autor: N1 BAHIA

Publicada em


papel e car

Durante uma tentativa de assalto realizada por três criminosos,  houve uma troca de tiros e o vigilante da loja morreu no local, após ser baleado com um tiro no rosto. O fato ocorreu hoje (06),  por volta das 13h, na empresa Papel e Cia, localizada na avenida Paralela.

De acordo com uma funcionária do estabelecimento, o corpo ficou no local por cerca de duas horas à espera do Instituto Médico Legal (IML). A funcionária ainda informou que nada foi levado da loja.

Segundo informações da Central de Polícia, os suspeitos invadiram a loja e tentaram roubar a arma do vigilante identificado como José Nilton de Lima Costa.

Guarnições da 23ª e 82ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) estiveram no local, mas os suspeitos já haviam fugido. Ainda não há informações se os bandidos levaram alguma quantia durante o assalto.

Em nota a empresa se manifestou sobre a morte do funcionário:

A Papel e Cia e seus colaboradores, lamentam, com imensa tristeza e consternação, o ato de violência que ocorreu hoje, 06 de abril, por volta das 13h, na sua loja da Avenida Paralela, que ocasionou a morte do vigilante José Nilton de Lima Costa.

Ainda não há confirmação sobre o que de fato ocorreu, mas a Papel e Cia confia no trabalho da Polícia e aguarda a criteriosa apuração dos fatos, assim como a posterior responsabilização dos envolvidos.

Expressamos a nossa solidariedade irrestrita e apoio à do Sr. Nilton, que teve cerceado o seu direito à vida. Compartilhamos do sentimento de dor e indignação que assola a todos, diante do estado de violência em que vivemos, o qual expõe trabalhadores e homens de bem a fatalidades desta proporção.