Banda fará show em Salvador com ingresso a R$ 0,50

Autor: Débora Souza

Publicada em


Foto: Ilustrativa

Não haveria melhor maneira de o Teatro Castro Alves (TCA) fazer sua ressaca de Carnaval senão com Os Irmãos Macedo: Armandinho, Betinho, Aroldo e André, filhos de Seu Osmar. São eles que comandam o Domingo no TCA de fevereiro, no dia 25, com o show “Carnaval – Música – Revolução”, que conta a história da carreira dos irmãos mais musicais da Bahia. O espetáculo se inicia às 11h e os ingressos custam R$ 1,00 (inteira) e R$ 0,50 (meia), vendidos apenas no dia do evento, a partir das 9h, com acesso imediato ao teatro.

O projeto é uma releitura da obra da família, apresentada com instrumentos eletroacústicos, numa nova forma de executar o repertório, mostrando as várias nuances de um som que é matriz. O público poderá ouvir as músicas tão conhecidas com uma nova sonoridade, resgatando uma trajetória de mais de 40 anos.

Desde a criação da primeira guitarra elétrica do Brasil – o pau elétrico – e sua evolução e inovações propostas por Armandinho, até se tornar a guitarra baiana, passando pela evolução do trio elétrico: a viagem neste espetáculo explora toda a musicalidade que influenciaria gerações de artistas baianos e transformaria o carnaval de Salvador na maior festa de participação popular do planeta.

A plateia vai então viver a magia de ir atrás do trio elétrico de diferentes épocas sem sair da poltrona. Convidado para a direção artística deste projeto, Andrezão Simões diz: “Este espetáculo é rico e revelador, tenho certeza de que muita gente não sabe como tudo aconteceu”.

No palco, Os Irmãos Macêdo estarão ainda com Yacoce Simões, que também assina a direção musical, Manoel Stanchi e Citnei Dias. Para Yacoce, que acompanha os Macêdo há mais de 20 anos, “o espetáculo é uma justiça com a história da música produzida na Bahia“.

O Domingo no TCA é uma iniciativa do Teatro Castro Alves, equipamento vinculado à Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) e Secretaria de Cultura do Estado (Secult), que se compromete em ampliar e diversificar o seu público frequentador, oferecendo-lhe acesso a espetáculos qualificados, das mais diversas linguagens artísticas. Ao longo de 10 anos e mais de 100 edições, o projeto engloba apresentações de música, teatro, dança, circo, cinema, de variados estilos e proposições estéticas, da Bahia, do Brasil e do mundo.