Baianos ilustres que poderão perder o cargo no governo Temer

Autor: Política Livre

Publicada em


É grande a relação de políticos da Bahia e de indicados deles que deverão perder seus cargos na hipótese, muito provável, de o peemedebista Michel Temer (SP) assumir a Presidência da República no lugar de Dilma Rousseff (PT). Ela inclui desde o atual chefe de Gabinete da Presidência, o ex-governador Jaques Wagner, a quem o governador Rui Costa (PT) estuda dar uma secretaria de Estado, ao ex-secretário Ney Campello, atual vice-presidente de Rede de Agências e Varejo, indicado pelo PCdoB baiano.

Há também indicados do PSD, PP e PR, que, no entanto, têm chances de permanecer na hipótese, que não pode ser descartada, de se alinharem com o PMDB de Temer, o que não faz parte dos planos do PT. Veja abaixo lista parcial de quem deve ser guilhotinado num governo peemedebista:

– Jaques Wagner (PT), chefe de Gabinete da Presidência da República e ex-governador da Bahia
– Robinson Almeida, Chefe de Gabinete da Secretaria Geral da Presidência, ex-secretário estadual de Comunicação e suplente de deputado federal do PT
– Juca Ferreira (PT), ministro da Cultura
– Pola Ribeiro (PT), da Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura
– Cassiano Ferreira Filho (PT), Superintendente Regional da Infraero – indicado da deputada federal Moema Gramacho
– Wellington Resende, Delegado Regional do Ministério do Desenvolvimento Agrário – indicado do deputado federal Afonso Florence
– José Maria de Abreu (PT), da Superintendência Regional do Trabalho – indicado do deputado federal Luiz Caetano
– José Rebouças, Codeba – indicado do senador Otto Alencar (PSD)
– Josafá Marinho de Aguiar, DNOCS – indicado do senador Otto Alencar (PSD)
– Fernando Ornelas, Superintendência do IPHAN – indicado do deputado federal José Carlos Araújo (PR)
– Andréa Mendonça, Vice-presidente de Serviços dos Correios – indicado do deputado federal Félix Mendonça Jr. (PDT)
– Ney Campelo, Vice-presidente de Rede e Agências de Varejo – indicado pelo PCdoB
– Vicente Neto, diretor da Funasa na Bahia – indicado da deputada federal Alice Portugal (PCdoB)