Bahia vacila e perde de virada do Criciúma pelo Brasileiro Série B

Autor: iG

Publicada em


O Criciúma continua com 100% de aproveitamento dentro de casa. A equipe catarinense perdeu um pênalti, defendido por Marcelo Lomba, sofreu um ‘frango’ no chute de Moisés, mas conseguiu a virada por 3 a 2 para cima do Bahia nos minutos finais da partida disputada no Heriberto Hülse, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Com o resultado, o Bahia perdeu a sequência positiva de quatro jogos sem derrotas, mas segue no G4 com 17 pontos, a cinco do líder Vasco da Gama. O Criciúma, por sua vez, fica na cola com 16. A equipe catarinense se recuperou bem do confronto diante do Sampaio.

Brigando diretamente com o Bahia por uma vaga no G4, o Criciúma não demorou para ir para cima do rival e ficou muito perto de surpreendê-lo aos três minutos. Após cobrança de escanteio, Hernane Brocador jogou contra o próprio gol. A bola bateu caprichosamente na trave. O atacante, que não se não se tornou vilão por detalhes, virou herói nos minutos finais da primeira etapa.

Juninho virou o jogo e achou Danilo Pires livre de marcação. O meia cruzou na medida para Hernane, que só teve o trabalho de desviar para abrir o marcador. A resposta veio logo na sequência com Gustavo. O atacante recebeu lindo passe de Elvis, porém, acabou chutando pela linha de fundo.

Com Thiago Ribeiro apagado, o Bahia contou com o talento de Juninho e a sorte de Brocador para sair na frente na primeira etapa. O Criciúma não se intimidou na boa fase rival, teve uma certa atenção com a defesa, mas chegou bem ao ataque, só não marcou.

No segundo tempo, a partida ganhou muito em emoção. Ambas as equipes voltaram buscando o gol, deixando o meio de campo totalmente exposto. O Criciúma aproveitou logo de cara e deixou tudo igual aos 13 minutos. Hélio Paraíba, que acabara de entrar, cruzou para Gustavo. O atacante soltou o pé e mandou para o fundo das redes.

A resposta do Bahia veio dois minutos depois. Moisés arriscou de longe. Luiz acabou aceitando e sofreu o segundo da equipe visitante. O terceiro do time baiano poderia ter vindo aos 25 minutos, quando Danilo Pires colocou a bola na cabeça de Luisinho. O atacante mandou na trave. O erro custou caro, pois o Criciúma não perdeu a oportunidade que criou. Aos 30, Gustavo completou a cobrança de escanteio para empatar.

Aos 32 minutos, Lomba ia virando herói ao defender o pênalti de Elvis, mas acabou sendo castigado no fim. O triunfo do Criciúma veio aos 37 minutos. Raphael Silva recebeu dentro da área e cruzou para Hélio Paraíba decretar números finais ao confronto. Gustavo acabou expulso logo depois, mas o Bahia não conseguiu se aproveitar da superioridade numérica para igualar o marcador.

Na próxima rodada, o Criciúma enfrenta o Tupi no sábado, às 16h, no Estádio Heriberto Hülse. No mesmo dia e horário, o Bahia recebe o Londrina na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).

Ficha do jogo

Criciúma-SC – Luiz; Ezequiel, Raphael Silva, Nathan e Marlon; Barreto (Juninho), Douglas Moreira e Elvis (João Afonso); Roberto (Hélio Paraíba), Gustavo e Niltinho. Técnico: Roberto Cavalo

Bahia-BA – Marcelo Lomba; Tinga, Lucas Fonseca, Jackson e Moisés; Feijão, Juninho, Danilo Pires (Zé Roberto) e Renato Cajá (Régis); Thiago Ribeiro (Luisinho) e Hernane Brocador. Técnico: Doriva

Gols
Criciúma-SC: Gustavo 13′ 2T, Gustavo 30′ 2T, Hélio Paraíba 37′ 2T
Bahia-BA: Hernane Brocador 41′ 1T, Moisés 15′ 2T

Cartões amarelos
Criciúma-SC: Raphael Silva, Hélio Paraíba
Bahia-BA: Moisés, Feijão, Renato Cajá, Luisinho

Cartão vermelho
Criciúma-SC:
Gustavo