Bahia sedia evento nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação

Autor: N1 BAHIA

Publicada em


Nos próximos dias 29 e 30, Salvador se tornará a capital brasileira da Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) e o motivo é dos mais relevantes: a realização do Fórum do Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de CT&I. A abertura do evento está marcada para 10h e acontece na sede da Federação das Indústrias do Estado da Bahia, na Sala Redir, que abrigará, ao longo de toda a terça-feira (29), a programação completa do primeiro dia.

Para a mesa de abertura são esperadas autoridades como o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Celso Pansera; a presidente do Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de Ciência, Tecnologia e Inovação (Consecti), Franciele Garcia; e o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado da Bahia (Secti), Manoel Mendonça, que destaca “as discussões de alto nível, relativas ao apoio que os estados receberão da Rede Nacional de Pesquisa para área de infraestrutura de banda larga e sobre os tipos de iniciativas na área de energias renováveis, como determinantes para o futuro da CT&I na Bahia”.

Nesta edição do Fórum, temas como “Contribuição da Embrapii aos Estados” e “Impactos do Marco Legal de CT&I e o Veredas Novas Estaduais”, além do projeto da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) sobre os sistemas estaduais de CT&I, serão discutidos por representantes de secretarias de Ciência, Tecnologia e Inovação de todos os 26 estados brasileiros e do Distrito Federal, bem como por integrantes de Fundações de Amparo à Pesquisa de várias partes do Brasil.

Visando o reconhecimento científico e tecnológico das iniciativas desenvolvidas na Bahia, o segundo dia do evento (30) será marcado por visitas técnicas guiadas às instalações do Parque Tecnológico da Bahia e do Campus Integrado de Manufatura e Tecnologia (Cimatec) do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

Consecti

Trata-se de uma entidade privada, sem fins lucrativos, com a finalidade de representar as secretarias de Ciência, Tecnologia e Inovação ou órgãos congêneres, junto aos governos estaduais e entidades afins ao setor. A instituição possui a missão de coordenar e articular os interesses comuns de seus membros, além de contribuir para o aperfeiçoamento da política nacional do segmento.