Bahia perde para o Santa Cruz por 1 a 0 e é eliminado do Nordestão

Autor: Aratu Online

Publicada em


De nada valeu campanha de incentivo da diretoria, tampouco presença ‘em peso’ da torcida tricolor… pelo segundo ano consecutivo, o Bahia é eliminado e fica de fora da grande final da Copa do Nordeste. Desta vez, o algoz foi o Santa Cruz (em 2015, havia sido o Ceará).

Após o empate em 2 a 2 no jogo de ida, no Arruda, o time pernambucano venceu em plena Fonte Nova pelo placar de 1 a 0. O solitário tento, que marcou o triunfo dos pernambucanos, foi marcado pelo atacante Grafite após vacilo do zagueiro Robson.

Então, aos 13 minutos de partida, o zagueiro tentou recuar a bola para Marcelo Lomba. Atento ao lance, o experiente atacante pressionou o beque e acabou roubando a bola. Na corrida em direção ao gol, Grafite ainda venceu outra disputa com o camisa 1 do Bahia para só depois abrir o placar: 1 a 0. Depois do revés, o time azul, vermelho e branco teve diversas oportunidades para empatar e , até mesmo, virar o duelo. No entanto, pecou na finalização.

Pagou caro…

Agora, o Tricolor de Aço volta suas atenções para o Campeonato Baiano. Na próxima quarta (20/4), o time comandado pelo técnico Doriva vai encarar o Fluminense de Feira, na Fonte Nova. A partida é válida pelo jogo de volta das semifinais do certame estadual. No confronto de ida, o Bahia venceu por 2 a 0.

CONFUSÃO

A derrota do Bahia não foi o único fato negativo da partida. O clássico regional foi marcado também por muita confusão fora de campo. Ainda durante a jogo, o técnico do Santa Cruz, Milton Mendes, chegou a dar uma cabeça num dos auxiliares técnicos do Bahia. Não parou por aí.

Após o fim dos noventa minutos, já na zona mista do estádio, auxiliares do Bahia e do Santa Cruz se envolveram em uma confusão. A polícia militar precisou intervir para findar a briga.

Agora, o Santa Cruz vai fazer a grande decisão diante do Campinense-PB, que após vencer o Sport por 1 a 0 no tempo normal, levou a melhor na disputa de pênaltis.